SFC: Resenha - A Travessia

Vou confessar uma coisa número 01: Comprei "A Travessia" mais por seu autor ser o de "A Cabana" (livro do coração) e porque o preço tava bom, na revistinha da Avon (acho que algo em torno de R$ 10,00), do que por qualquer outra coisa.
Vou confessar uma coisa número 02: Por pouco não me decepcionei com o livro.
Vou confessar uma coisa número 03: No final das contas, adoreeeiiii!!!

E agora vamos à resenha!


A Travessia fala "da trajetória" de um carinha, chamado Tony, que não era lá uma das melhores pessoas do mundo. Na verdade, ele tava um pouco distante dessa classificação. Tony era um típico empresário desconfiado de Deus e do Mundo (literalmente falando), arrogante, egocêntrico e muquirana - porque eu digo mesmo. Tony já tinha sido casado duas vezes em sua vida, as duas com a mesma mulher, mas agora adivinha só? É. Ele tava solteiro. Divorciado. Tony perdeu os pais cedo, se separou do irmão mais novo por uma questão de egoísmo, perdeu um filho de cinco anos de idade, tinha passado por cima da ex-mulher como um trator e a filha que restava simplesmente o odiava... Sim, sim, Freud deve explicar toda essa trama.

Mas eis que um dia, no auge de sua neurose, Tony tem uma espécie de Traumatismo craniano, Aneurisma Cerebral e Tumor... Tudo junto e misturado. Caso é que o dito cujo vai parar no meio de uma UTI, onde sua alma é separada de seu corpo para uma viagem interior.

Nessa viagem interior, Tony acaba conhecendo uma parte de si mesmo de que não gostou nada. O autor fez uma analogia do corpo com uma habitação e essa [habitação] de Tony, meu fii, tava bem foi da escoriada, viu? Dentro desse habitat, ele tinha reservado um espaço bem decadente pra Jesus Cristo e uma cabaninha caindo aos pedaços para o Espírito Santo (que William P. Young traz, mais uma vez, como sendo uma mulher... chamada Vovó... Cês devem ter percebido a correlação...).

Nesse lugar também habitavam os "protetores do muro", que se autodenominavam de jardineiros. Esses protetores se chamavam Petulante e Convencido, que eram diretamente subordinados do Ego que, por sua vez, se subordinava ao "Eu Superior" de Tony.

Pois bem. Petulante e Convencido eram responsáveis por proteger o muro e cuidar do jardim. Só que as ervas daninhas que eles arrancavam, na verdade eram rosas, já que essas tinham espinhos. Ao meu ver, as rosas representavam o Relacionamento Humano que, por algumas vezes nos trazer tristezas e decepções (apesar da alegria conferida na maioria dos momentos), pensamos em arrancar de nossa existência. Nós simplesmente achamos muito difícil manter certos relacionamentos e decidimos que é melhor não termos tantas preocupações com a sua manutenção. Então vamos lá e descartamos amigos, amores, família...  E Tony era exatamente o tipo de pessoa que não se relacionava. Pra ele, todo o relacionamento era à base de troca. Ele não confiava nas pessoas. Qualquer um que se aproximasse estaria interessado em alguma coisa...
Ô, homenzinho complicado, viu!

Apesar de toda a mensagem passada nessa parte do livro ser muito interessante, eu não gostei muito da linguagem utilizada... achei os diálogos entre Jesus, Tony, Vovó e os demais um tanto... chinfrins? E foi aí que quase, eu disse quase, me decepcionei (a verdade é que não sei se foi um problema com o autor ou com o tradutor da obra). Além do mais, em algum momento desses diálogos, as respostas são meio confusas e o autor tenta se sair dizendo simplesmente que Tony "não estava preparado suficiente para entender"... Aiiiiii!!

Mas aí a gente tem um outra parte, na verdade uma quase trama, muito engraçada, que salva a coisa toda. Caso é que a alma de Tony não viaja somente para dentro de si mesmo. Jesus dá a Tony uma oportunidade de curar uma pessoa no mundo. Qualquer pessoa. E é aí que sua alma, a de Tony, passeia no interior de algumas pessoas para enxergar certas coisas. Porque "os olhos são a janela da alma", Tony começa a ver através dos olhos de algumas "vítimas" para começar o processo de escolha do alvo da cura.

Primeiro, ele começa a ver através de um adolescente portador da síndrome de Down, chamado Cabby e depois (ele geralmente é transportado de corpo em corpo através de um beijo), passa pra uma enfermeira bem maluquinha, chamada Maggie.

Eu, particularmente, dei muita risada quando ele "incorporou" em Maggie. E olha só um trecho desse momento:


Tinha que ser alguém com imaginação muito grande pra pensar em escrever um livro desses e aplaudo mais uma vez o autor por isso.

Com certeza o livro tem uma mensagem de cunho evangélico. Ele fala de igreja, relacionamento, esperança, Deus, o homem e essas coisas todas. Mas tem uma parte em que Jesus fala sobre a morte. E essa vale ser parafraseada aqui. Eis:
Na verdade, você não pode curar ninguém, não sozinho, mas estarei do seu lado, e a pessoa por quem decidir orar, eu a curarei através de você. Mas esse tipo de cura física é, no fim das contas, temporária. Até aqueles que são curados pela fé acabam por morrer um dia."
Triste não? Fato é que a gente sabe que vai morrer, mas quem é que quer passar por isso? Deve ser por esse motivo que pedimos milagres de cura a Deus... Só que pra Ele a morte é só um processo natural da vida... Talvez pra Deus não importe muito como morreremos ou quando... Simplesmente porque, no fim, a gente vai morrer de qualquer jeito...

No final das contas, são 235 páginas valiosíssimas. Vale muuuuitooooo à pena ser lido A leitura é fácil e rápida. Tanto que o li em uns 5 dias, mais ou menos (lembrando que não tenho muito tempo pra ler). A editora é Arqueiro e... E mais nada. Leiam procês verem como é bom.

Abraços e Beijos!

Adna Maria.

.

QFB: Vídeo - Top05 #2 Produtos da Avon

Cada dia tenho gostado mais dos produtos da Avon. Já devo ter falado aqui no blog, ou no canal, mas a marca alia de forma agradabilíssima preço a qualidade e isso tem conquistado cada dia mais meu frágil coração.

É nessa vibe que hoje eu trouxe o segundo Top5 do LD: só com produtinhos dessa marca.


Então bora, sem muitas delongas, aos produtos...

1. Avon Care Fresh - Creme hidratante facial que eu já tô careca de falar aqui no blog. Comprei por 12,00.
2. Avon Naturals - Creme hidratante corporal, muitoooo boommm. Ganhei de mainha, mas é cerca de R$ 20,00
3. Avon Magix Face Perfector - Primer para rosto com fps 20 que eu adoro, apesar de não usar sempre. Comprei mais ou menos por R$ 30,00.
4. Renew Perfect Cleanser - Gel de Limpeza Facial 2 em 1, de quem já andei fazendo resenha por aqui. Comprei por R$ 15,00.
5. Esmaltes Color Trend - Foi uma descoberta pra mim esse ano. Práticos, duradouros e baratos. Esses também ganhei, mas custam cerca de R$ 2,50 na revista.

... Que estão exatamente nesse vídeo:


Então é isso, galerinha. Agora bora simbora que o tempo ruge e a sapucaí é grande!

Beijo pra Todo Mundo!!

Adna Maria.


TFLM: Look Cursinho Inglês!

 Cof  cof
Hoje o dia tá difícil. Corpo doi, gripe querendo pegar e eu tentando desesperadamente fugir dela. Me senti tentada a, como ontem, não postar nada, mas num tem jeito. A atração por este blog é maior do que eu.

Então lá vai mais um look da semana. 
E dessa vez estou fofa! 
Como minha juba estava molhada e eu decidi surrupiar o diadema da minha irmã para domá-la, resolvi por uma roupa que mais ou menos harmonizasse com a rebeldia capilar, mas que fosse vestível ao mesmo tempo, se é que vocês me entendem.

Foi assim que optei pela camiseta, pelo short detonado e, como tava friozinho, por esse cardigã que joguei por cima de tudo, para compor o "arrumado desleixo". O mocassim foi escolhido por ser um nude com o qual não precisaria me preocupar. 

E foi desse jeito que compareci ao cursinho de inglês sábado passado. Fofa e despretenciosa. Confiram:


Então é isso!

Melhoras pra mim!

Abraços e Beijos pra Vocês!

Adna Maria.
Créditos: Shorts e Cardigã by Filó&Fulano / Camiseta by Marisa / Mocassins by Riachuello / Bolsa by Feirinha da Madrugada-SP / Óculos by Camelô.

SFC: O Último Trem de Hiroshima - Resenha!

O Último Trem de Hiroshima foi adquirido por mim às pressas, num sebo. Eu queria trocar alguns livros e, olhando o título, achei que poderia ser bem interessante conhecer mais sobre essa história que, ao meu ver, é ainda tão pouco divulgada por aí... Menos, ao menos, do que deveria ser.

Sinceramente, enquanto cada palavra dessas páginas desciam güela abaixo junto com um sentimento de surpresa e horror pela capacidade humana de chegar a extremos, eu pensava em qual seria o motivo pelo qual a história das bombas de Hiroshima e Nagasaki não foi tão vastamente difundida no mundo como o Holocausto Judeu, por exemplo, já que a crueldade foi a mesma.

Por vários momentos pensei que talvez os Estados Unidos tivessem se achado menos crueis do que a Alemanha, uma vez que, quando da detonação das bombas, não houve uma pessoalidade como no caso dos alemães. Enquanto estes últimos se mostravam friamente desumanos face to face, os EUA simplesmente sobrevoaram um território e jogaram uma bomba, sem querer saber muito quem eram as pessoas inocentes que estavam sendo para sempre vitimadas.

No final descobri que essa "falta de divulgação" não foi um mero acaso. E adivinha só quem censurou publicações sobre esse assunto? Pois é. Um tal Douglas MacArthur, comandante militar norte americano que regulamentou um tal de Comitê de 11 de Setembro de 1945 e impediu que a história vista e vivida pelos sobreviventes fosse tratada publicamente. Mesmo durante os anos seguintes, essas histórias raramente vieram a público... E eu acho que a gente tá vivendo essa censura (de forma mais moderna) até hoje.

Pois então, logo que comecei a ler esse livro, pensei que ele não seria bem o que eu tava esperando... Mas aí, no folhear das demais páginas, percebi que ele realmente não era igual... era melhor do que eu queria!
Ele não conta, simplesmente, uma história sob a visão de uma única pessoa que estaria num determinado trem... Ele conta a história do tenebroso dia a partir da perspectiva dos "sobreviventes" da bomba.


Vou dizer que ler esse livro me trouxe um sentimento de tristeza que até agora persiste. Ainda me vem lágrimas aos olhos quando penso em tudo o que aquele povo passou. Aconteceu em 06 de Agosto de 1945 às 8:15 da manhã em Hiroshima e às 11:02 h do dia 09 de Agosto do mesmo ano, em Nagasaki. 

Quando do lançamento, quem estava no que eles chamam de "hipocentro" da bomba foi imediatamente desintegrado, antes mesmo de sentir qualquer dor. Só sobrou o pó desses corpos impressos em paredes próximas. Os que estavam mais distantes do centro, e sobreviveram, tiveram peles desligadas do corpo como tecidos rasgados. Tiveram pés arrancados da tíbia. Tiveram corpos queimados. 70 mil mortos e 70 mil feridos, em Hiroshima e 40 mil mortos em Nagasaki.

Nesse dia, os sobreviventes viraram zumbis. Seres mais mortos do que vivos, com a pele se soltando do corpo, andando, em fila, mãos estendidas à frente do corpo, sem saber exatamente para onde iam. Com uma sede mais pungente do que as feridas do corpo.

E depois, em Urakami, perto de Nagasaki, a mãe fugiria da própria filha pequena porque esta "parecia um monstro" de tão detonada que estava. Pessoas-jacarés andavam sem pés... Quem sobreviveu, ou seja, quem não morreu no ato da detonação ou nas primeiras horas após, acabou não escapando de uma "doença X", adquirida pela radiação da bomba. No final, a grande maioria dos sobreviventes morreu de câncer, sendo acompanhados até o fim por uma culpa sem misericórdia que sentiam por terem sobrevivido, enquanto seus pais, filhos, maridos ou esposas tinham morrido. As bombas fissuraram corpos, mentes, corações e relacionamentos. Algumas pessoas simplesmente enlouqueceram. Vou confessar que por várias vezes pensei se esse não seria o Apocalipse. Fogo descendo do céu. Um sendo levado e o outro sendo deixado...

Abaixo segue um pequeno trecho, um dos mais suaves, sobre atitudes desesperadas tomadas por alguns sobreviventes. Acreditem, haviam trechos bem mais pesados do que esse no livro... Inclusive, alguns descreviam como pessoas, mortas antes de terem consciência de que tinham morrido, vomitavam a putrefação de seu organismo. Elas estavam sendo "comidas" internamente  pela radiação.


Esse livro é uma responsabilidade social. Todos deveriam ler. Hiroshima e Nagasaki jamais devem ser apagadas da consciência humana. 

A obra tem 386 páginas e o seu autor, Charles Pellegrino, escreveu também o best seller Titanic, usado como fonte para o próprio filme. A escrita é fácil, mas a revisão (da tradução) deixou passar alguns poucos atropelos gramaticais (coisa que não interfere no andamento da leitura).


Qual o sentido da guerra? Vale a pena matar milhares de pessoas inocentes em nome do poder?

Agora, pra quem se interessar mais, tem um documentário bem interessante no YouTube, chamado "Hiroshima, O Dia Seguinte". Este que segue:

Carpe Dien.

Adna Maria.

TFLM: Look Festa Numa Sexta-Feira à Noite!

Tem uma pessoa que conheço, que inventa de fazer vídeo de comprinhas, mas esquece de mostrar tudo o que comprou. É. Essa pessoa sou eu.

Comprei esse vestido quando da promoção de Filó&Fulano, em Julho, mas, dados os motivos de força maior (esquecimento), não pude mostrá-lo no vídeo de comprinhas de Julho do Canal (e se tu não viu o vídeo ainda, colega, pode ver ele bem aqui).
Escolhi o dito cujo pela cor (adorei esse tom de azul), pela telinha preta transparente (coisas de quem não tem coragem de usar cropped) e por ele ser um tubinho arrumadinho que serve pra qualquer ocasião.

Já a bolsa, comprei no Ebay e chegou esse mês (só pra rimar tudo). Mais detalhes sobre ela estarão no próximo vídeo de comprinhas.... eu acho. A sandália foi comprada por uma amiga minha no Passarela.com, mas aí o número era menor que o dela e acabou sobrando pra mim... ; )

Com relação ao esmalte da mão... e eu tenho que falar sobre ele nesse post... Vou dizer que, por não ser muito ligada em esmaltes, não conhecia os da Avon. Esse ganhei ano retrasado de uma amiga secreta, final do ano, e juroooo que até essa semana não o tinha usado.
Besteira minha, porque o bichinho num me foi uma grata surpresa? Ele seca rápido, ele dura que é uma beleza (passei uma semana inteirinhaaaaaaaaaaaaaaaaaa com ele nas unhas) e ele... ele... ele... Ih! Esqueci...

Mas resumindo: negocinho presta! E agora só quero esmaltes da Avon na minha vida... pelo menos até descobrir um melhor pelo mesmo preço ou mais barato... O único contra é que as cores não são muito variadas...

E depois desse Raio X quase completo da minha pessoa, deixo-vos com as fotos... rsrsrs...


A esquecida quase esquecia de dizer que usou esse look pra ir numa festa numa Sexta-Feira à noite. É. Aí tá dia, mas esse já é outro detalhe que não vale à pena ser explanado por aqui.

Abraços e Beijos pra Todo Mundoooo!

Adna Maria.

SFQC: Vídeo - Tag Meus Hábitos de Leitura!

O nome da Tag de hoje, como cês já viram no título, é: Meus Hábitos de Leitura. E é exatamente aqui que eu venho discorrer sobre como eu leio... Com redundância e tudo, meu caro Watson!

A tag foi criada por uma Youtuber gringa, dona do Canal Hey Hey Books. E apesar de também acompanhar esse canal (mesmo sem entender quase nada que a camarada fala), eu tirei a dita tag mesmo foi no Canal de Melina Souza.

Eis as perguntas:

1. Quando você lê? Manhã? Noite? Tarde? O dia Inteiro?
2. Você lê apenas um livro de cada vez?
3. Qual o seu lugar favorito para ler?
4. O que você faz primeiro: lê o livro ou assiste o filme?
5. Qual o formato de livro que você prefere?
6. Você tem algum hábito exclusivo ao ler?
7. As capas de uma série tem que combinar ou não importa?

Então bora às respostas...

Em algum momento desse vídeo...

1. O Livro que digo ter começado a ler hoje, na verdade foi lido mês passado e esteve em um dos lidos de Julho/2014. Sim... demorei meeesmooo pra postar esse vídeo.
2. Esqueci de dizer que também tenho o costume de usar o celular pra ler na academia. Leio enquanto pedalo ou no intervalo entre os exercícios...



Então é isso... Espero que gostem, que curtam, que se inscrevam e que vejam também os outros vídeos do canal... Aposto que em algum deles tu vai rir bastante, colega! Vai por mim!

Abraços e Beijos!

Adna Maria.

QFB: Vídeo - Top 5 Produtos Bons e Baratos!

Hoje a gente tá inaugurando uma série de Top 5 aqui no blog. Nessa série, eu vou mostrar pra vocês 5 elementos (porque me falta outra palavra no momento) de uma certa modalidade de coisas que uso ou leio ou... sei lá o quê. 

E agora a gente vai começar negocinho com 5 produtos bons e baratos pra cabelo e pele. Esses que vos mostro:


De alguns desses produtos, já cheguei a fazer resenha aqui no LD (clica no link que tu vê!) e agora vou falar de forma beeem resumida deles todos. Simbora??

Neutrogena Deep Clean - comprei na farmácia por R$ 12,00. Ótimo pra pele oleosa. Com certeza é um dos meus preferidos dos últimos tempos dos últimos meses!
Pé Nota 10 - esse foi cerca de 8,00. Comprei numa casa de cosméticos aqui no Recife. 
Bepantol - esse é o famoso bombril. Bom pra tudo. Me custou R$ 14,00 e comprei na farmácia também. 
Avon Care Fresh - os produtos da avon tem crescido cada dia mais no meu conceito. Porque aliam uma deliciosa combinação de bom preço com ótima qualidade. Esse me custou R$ 12,00. Bom pra pele oleosa e funciona que é uma beleza!
Perfume Petit Friends - de todos os citados, esse foi o único que eu ainda não tinha resenhado no blog. Também da avon, esse perfume é literalmente um BBB. A embalagem é uma fofura. O preço me foi R$ 15,00 e o cheiro, suave, fixa bem na pele. É um perfume mais pro dia do que pra noite e eu amooo.

Agora espia o vídeo pra tu não perder nenhum detalhe dessa edição. Rsrs



É isso, galerinha linda do meu coração... Esses são os cinco produtinhos que super indico pra todo mundo. E eu só espero que cês gostem.

Abraços e Beijos!

Adna Maria.

Desatinos de Uma Mulher de 30!

Às vezes olho pra mim mesma e me surpreendo.

Me surpreende o fato de eu já não ser mais uma menina.

O meu corpo já não é o mesmo.
A lei da gravidade reage de forma inclemente ao passar do tempo.
Ela endurece.
Não concorda.
Não perdoa.

Os meus planos já não são os mesmos.
Agora já não sou tão destemida, tão independente, tão voluntariosa.

A minha mente não é mais a mesma.
Os meus pensamentos jã não são os mesmos.

Mas o que mudou, afinal?
Eu? 
O tempo? 
A vida? 
Faz diferença?

É o tempo que me encontra de forma diferente? 
Ou sou eu que vejo um tempo diferente agora?

Hoje eu acordei e percebi que a morte pode estar mais perto do que imagino.
E mesmo assim a coragem pra me livrar de certas amarras não é minha melhor companheira.

Hoje acordei com vontade de viver outros dias.
De produzir outras alegrias.
De fazer diferente.

Hoje acordei com uma vontade danada de viver.
Mas viver de verdade.
Porque às vezes esqueço de fazê-lo.

Sim, às vezes esqueço de viver. 
Às vezes esqueço o que vivi.
Às vezes vivo tanto que não tenho tempo sequer pra vida... 
Talvez isso também seja consequência do tempo.
Ou não.

...

Adna Maria.
P.S: Nada tem conexão, mas hoje resolvi me permitir isso.

Abraços e Beijos!


TFLM: Look Total Jeans Para Trabalho!

Outro dia fiz um vídeo falando de minhas comprinhas do mês de Julho e uma das peças compradas era justamente essa camisa jeans, adquirida na liquidação de Filó&Fulano. E já que promessa é dívida, óia ela aqui no look do dia! 

Quando do vídeo falei a seguinte besteira: "a moda da camisa jeans provavelmente passou" - esquecendo que essa é uma peça coringa e que, como a camisa branca, deve compor o guarda-roupa de qualquer mulher. Acho que o que eu quis dizer na verdade foi: "não vejo mais tanto essa peça como uma febre" - o que acontece quando determinada roupa está em alta aí nessas street ou blogosfera da vida...

Mas, deixando o blá-blá-blá de lado, hoje resolvi trazer um look total jeans, usando a dita camisa, uma calça flare e um scarpin píton de salto finíssimo que quase nunca uso (porque não vou mentir).  Inclusive, ontem, usando esse salto, me perguntei diversas vezes porque diachos eu tinha comprado esse scarpin... Tudo bem que o dito sapato também seja uma peça coringa mas, cá pra nós, num precisava ser tããooo alto né? 

Divagações vão, divagações vem... o fato é que a dita composição me alongou bastante (efeito da combinação de um look quase monocromático + calça flare + scarpin altíssimo). 
Espia só:


E foi esse o look que usei pra trabalhar ontem. Obviamente troquei o salto fino por uma sapatilha, porque ia conseguir passar o dia todo com esse negócio no pé ainda machucado não, Pessoa. #Eudigologo!

E cês já notaram que ultimamente eu tenho gostado de usar meu cabelo meio rebelde mesmo? Acho que combina deveras com a minha personalidade... rsrsrs... e dessa vez combinou com o look também!

Abraços e Beijos!

Adna Maria.
Créditos: Calça e Camisa by Filó&Fulano / Sapato e Bolsa by C&A.

SFC: Um Papo Sobre Sociedade, Ditadura e Beleza!

Já que essa semana o bagulho tá louco mesmo aqui no LD, e eu aproveitei a Terça Feira de Look Meu pra postar Vídeo de Comprinhas... Hoje vou aproveitar também o espaço da Sexta-Feira Cultural pra falar de uma cultura diferente... Hoje não vai haver livros, mas haverá uma pequena discussão sobre sociedade, imposição, mulher, perfeição e maquiagem.

Caso é que ontem assisti um vídeo de uma top blogueira, paraibana residente nos EUA, chamada Fafella (apresentando para os que não vivem nesse mundo de blogs e vlogs), que decidiu fazer um vídeo sem maquiagem e bater um papo interessante, sobre o assunto, com suas leitoras. Imediatamente compartilhei o vídeo de Fafella no Facebook, mas é claro que eu não poderia perder a chance de dizer algumas palavrinhas por aqui, já que esse assunto também me interessa deveras.

Coincidentemente, dois dias antes de ver esse vídeo, eu conversava com um amigo sobre um livro que li recentemente (O Admirável Mundo Novo) e dizíamos da crítica/paródia que, ao meu entender, seu autor fez com a nossa sociedade. Vou fazer resenha da obra aqui ainda, mas adianto que, nesse livro, os valores são completamente invertidos (sob o nosso ponto de vista) e, no "Mundo Novo" um ser é totalmente rejeitado se pensar ou executar coisas diferentes dos demais seres.

Cheguei a fazer uma comparação desse mundo perfeito do livro com o mundo em que vivemos agora. Onde a sociedade também impõe que sejamos todos iguais, com pensamentos, ideais, vestimenta, maquiagem... tudo caricaturado. E pensei em qual seria a razão pra que pessoas diferentes incomodassem tanto a massa, ainda que não façam nada pra prejudicar ninguém. 

E eu fico pensando em como tem gente de mente fraca, que se deixa levar pela onda, como patinhos numa lagoa de limitações. E como tem gente que só é feliz agradando aos outros, porque assim ela (ou nós, já que em algum momento todos caímos na mesma onda) se sente inclusa em um grupo, em uma comunidade, em um meio... que simplesmente não podem nos aceitar do jeito que somos de verdade...
E aí eu lembro de "A Mulher de 30 Anos", de Balzac, onde a personagem faz um questionamento sobre se "Poderia encontrar a felicidade fora das leis com que a Sociedade, com ou sem razão, faz sua moral?"... Deixo que cada um de nós respondamos para nós mesmos, essa pergunta.

Falando especificamente sobre a ditadura da beleza, mais uma imposição social, acredito que assim como outros supérfluos, ela é ótima pra auto-estima de cada um (super apoio), mas não define nada de seu ninguém...

Isso quer dizer que você não é mais saudável, nem mais bondoso, nem melhor, muito menos perfeito... só porque tá de cara pintada... ou porque usa Channel... ou porque tem bolsa Louis Vuitton... ou porque ganha um bom salário (inclusive, conheço algumas pessoas dessa última categoria que tem um coração beemmm pobrinho, viu?)... ou porque tem sapato Louboutin... ou porque tem um pó Christian Dior... ou porque é famoso... ou porque não é famoso... ou porque tem um fusca (sim, tem muita gente por aí que se acha melhor que o outro por ser mais pobre... Pra esse tipo de gente, todo o rico é ruim, tá errado, não presta...) ou porque fez voto de pobreza só pra mostrar pros outros quão bom você pode ser...

E agora que dei meu recado, queria que todos, principalmente as mulheres, vissem de fato o bate-papo de Fafella. Esse que segue:


O clip que a que ela se refere, muito interessante também, é esse aqui:


Então... Que tal se comessássemos a respeitar mais o outro independente da opinião, da beleza, do credo, ou do dinheiro que ele tenha ou deixe de ter? 
Que tal começarmos a olhar melhor para o outro?
Mas que tal se olhássemos tão bem, mas tão bem, ao ponto de deixarmos nossa posição medíocre e enxergarmos o que existe por baixo da casca... Mas sem reprimendas, sem críticas, sem deboches?

Tentemos...

Bom Final de Semana pra Todo Mundo!

Abraços e Beijos!

Adna Maria.

QFB: Perfect Gel de Limpeza Facial - Renew!

Sim, eu confesso... Comprei esse sabonete enganada. Quando fiz o pedido, na revista AVON de uma colega aqui do trabalho, todas me disseram que eu estava a comprar um Esfoliante muito bom. 

Qual não foi minha surpresa, quando o produto chegou, descobri que tinha comprado, na verdade, um Gel de Limpeza... Um simples Gel de Limpeza... E o detalhe é que eu não tava precisando de um Gel de Limpeza, Pessoa! Eu tava com um sabonete semi-novo e adorável lá em casa, obrigada!

A outra confissão é a seguinte: juroooo que não lembro de ter ficado algum dia tão em cima do muro com relação a algum produto quanto agora.

Explico: o produto é um 2x1. Ou seja, ele limpa e tonifica a pele ao mesmo tempo. No meu caso, que não sou levada a tônicos faciais, mas que entendo precisar deles, já que os bichinhos tiram os resíduos que não foram embora junto com o sabonete, usar esse Gel é uma quebra de galho boa. Afinal, ele é suave e não deixa minha pele tããaooo oleosa quanto um tonificante deixaria. Além do mais, produto é baratinho (comprei por R$ 15,00) e eu de fato tô sentindo uma diferença boa no meu rosto... Talvez por ser tonificante, ele ajuda muito a deixar a pele livre de acne, o que torna a bendita com aspecto de bunda de bebê... quando esta parte do corpo infantil está limpa, obviamente. E nesse aspecto, ouso dizer que ele é melhor do que o Sabonete Facial Deep Clean, da Neutrogena (clica no link que tu vê resenha). Além de ser mais barato.

"Mas, então, por que tão em cima do muro, Pessoa Indecisa?" - Vocês me perguntariam.
Respondo: "Porque apesar de não deixar pelinha tão oleosa, o produto não nos livra totalmente do óleo... Entende?". E nesse aspecto ele não é legal igual ao Sabonete Facial Deep Clean, da Neutrogena (clica no link que cê vê como fiquei encantada com esse sabonete). 
Sempre que venho trabalhar, no meio da manhã é "pimba" meu rosto estar apresentando aquele aspectozinho que taaantooo detesto. Lógico, não é uma oleosidade de fritar um ovo... mas, amiguinha, qualquer tipo de oleosidade me aflige. Se tu tem rosto oleoso deve saber do que tô falando.

A conclusão: estou a passar por aquele momento dificílimo de dúvida cruel... Continuar usando ou não continuar usando tal produto? Adotar ou não adotar esse produto pra vida? Ó, Céus... Ó, Vida...

Abraços e Beijos!

Adna Maria.

TFLM: Vídeo - Comprinhas Julho/2014

Hoje vou usar o espaço do Look do Dia pra mostrar outro vídeo pra Tchurma (como diz Luba). E farei isso basicamente por dois motivos: 

1. Não conseguimos fotografar looks esse findi, já que a pessoa estava acidentada, dentro de casa, e não foi a lugar nenhum que merecesse uma coisa mais arrumadinha.

2. Acabei gravando dois vídeos de comprinhas do mês de Julho, pra segmentar mais a coisa (um foi só de livros) e pro vídeo não ficar longo. O de livros foi ao ar ontem e esse de roupas e produtos, vou ter que usar em algum momento desse semana... Então que seja agora! Hehe.

Comprei pouquíssimas coisas porque ainda estou naquele velho e rabugento Modo Econômico da minha vida... Agora mais que nunca... E os produtos que comprei foram dos mais baratinhos mesmo... E estão me servindo super bem, devo dizer.

Então bora enumerar o negocinho aí. As compras foram:

1. Um delineador líquido de olhos: Ricosti. Foi mais ou menos R$ 14,00 (não lembro o preço, mas não foi mais que R$ 15,00).
2. Uma máscara incolor para cílios: Ricosti. Cerca de R$ 14,00 (também não lembro o preço, mas também não me custou mais que R$ 15,00). E nem parece que comprei há tão pouco tempo, de tanto que tô usando.
3. Um Queratina em Gel: Capicilin. Cerca de R$ 15,00.
4. Uma Revista Glamour: R$ 7,00.
5. Três Vestidos Filó&Fulano: um dos quais esqueci de mostrar no vídeo. Mas se lembrar, mostro nas próximas comprinhas.
6. Duas Blusas Filó&Fulano.

E olha o vídeo aí, genteeeeemm

Espero que gostem, curtam, se inscrevam, comentem e façam todas aquelas coisas que a gente sempre pede pra vocês fazerem pra ajudar na divulgação do vídeo. rsrs

Abraços e Beijos!

Adna Maria.


SFQC: Vídeo - Mercado Literário LD Julho/2014

Hoje tem aquilo que eu chamei de Mercado Literário do LD, mês de Julho, ano 2014. E nesse mercado eu troquei, comprei, ganhei, barganhei, baguncei e li esses livros da vida. Er, quer dizer, clarooooo que não li todos... Mas comecemos, que isso é um mero detalhe que pode ser corrigido facilmente... em dez anos.

Por ordem de leitura...

1. O Teorema Katherine - livrinho que ganhei, não gostei e já resenhei neste blog. Clica no link que tu vê.

2. Admirável Mundo Novo - foi o que comprei nesse mês (tô tentando comprar só 1 livrinho por mês, porque o bagulho tá louco, mano!), li, amei e ainda não resenhei.

3. De Cuba Com Carinho - esse eu já tinha na estante faz um tempinho. Li e simplesmente apaixonei. E já tem resenha dele aqui também!

Ganheeeeiiii...

4. A Emparedada da Rua Nova - ganhei do namorado mio. É um Romance recifense, passado numa das atuais ruas comerciais de nossa Capital. Não vou falar muito dele porque pretendo fazer resenha assim que ler. Confesso que tô com certo medinho... Achando que vai ter algo de mal assombrado, pelo nome do negócio, pela foto da capa e porque já vi algumas fotos sinistras na internet, relacionadas a ele... mas acho que vou gostar... rsrsrs... #pessoaindecisaélasca.

5. Guia Politicamente Incorreto da História do Mundo - conta a história mundial de forma descontraída e beeemmm resumida. Ganhei da minha irmã e pretendo começar a ler logo. Inclusive, comprei, na black night do Submarino, o Guia Politicamente Incorreto da América e do Brasil pra completar a coleçãozinha.

Troquei...

6. O Último Trem de Hiroshima - troquei por dois outros livros que eu tinha. É... no sebo é assim... eles trocam dois por um... :(... Já tô lendo negocinho e espero fazer resenha breve.


E tudo isso tá bem aqui, nesse vídeo, que você não pode deixar de acompanhar, de curtir, de comentar, de se inscrever... #tádadaadica... Fica à vontade, Pessoa... A casa é todinha sua!

Abraços e Beijos!

Adna Maria.

SFC: De Cuba Com Carinho - Resenha!


Primeiro de tudo devo dizer que eu não li esse livro.  Eu o bebi. Me embriaguei dele.
E agora que já está tudo esclarecido, vamos ao blá-blá-blá...

Senti vontade de ler algo sobre Cuba somente ano passado, quando de todo aquele reboliço sobre a vinda de médicos cubanos pro nosso país, através do Programa Mais Médicos.

Foi nessa busca por uma literatura cubana que encontrei o livro de Yoani, essa blogueira dissidente de seu regime político e da ditadura castrista (Fidel e Raul Castro, no poder há mais de 50 anos), que se auto denomina "um amor de rebelde". Yoani foi considerada pela revista Time como uma das mulheres mais influentes do mundo e o seu blog, o Generación Y, foi listado, também pela Time e pela CNN, como um dos 25 blogs mais importantes do mundo.

Mas, afinal, de que consiste o livro? Pelo que entendi, a obra é uma espécie de coletânea de posts do blog, onde Yoani, de forma super bem humorada, se não irônica, narra fatos que acontecem na ilha.

Ela faz colocações do tipo:
Desde aquele Abril de 2007, no qual comecei a redigir minhas desencantadas vinhetas da realidade, não tive um minuto de tédio."
E...
Em uma sociedade como a minha, pronunciar-se é o caminho mais curto para atrair problemas."
Ou...
Generación Y é a coisa mais arriscada que fiz em minhas três décadas de vida e, depois de começar a escrevê-lo, sinto com frequência os joelhos tremerem. [...] deixo claro em uma das páginas que o meu blog é um exercício pessoal de covardia: dizer na rede tudo aquilo que não me atrevo a expressar na vida real."
 #Quemnunca?


Para esta humilde leitora que vos escreve no momento, ler o livro "De Cuba com Carinho" foi um exercício pessoal de empatia. Fico pensando como seria pra mim, ou pra nós, brasileiros, viver numa sociedade onde até o sal é racionado; o algodão precisa ser comprado no mercado negro; a internet não é disponibilizada (e quando se consegue driblar o sistema para acessá-la é por um preço exorbitante); onde o salário mínimo fica algo em torno de R$ 40,00 (eu disse Quarenta Reais!); onde empresas privadas são inviáveis; onde o povo tem rabo preso com o governo (já que disso depende seus empregos); onde qualquer comercialização de produto fora das "dependências" governamentais é considerada crime; e onde os cidadãos precisam recorrer a contravenções para complementar a renda familiar, já que o governo (dito socialista) não cumpre corretamente as funções devidas... Isso sem falar na falta de direitos básicos da democracia... O direito de ir e vir livremente, de falar o que quiser, para quem quiser, sem ser penalizado por isso (tudo bem, vai, admito que esse direito também é meio precário no nosso país, mas...).

Bem, já ouvi muita gente defendendo o regime cubano (dizem as más línguas que o país apresenta saúde e educação de qualidade, além de um bom índice de desenvolvimento humano) mas eu, pessoalmente, agradeço profundamente por ter nascido brasileira. Não que este país seja um mar de rosas, mas aqui produtos básicos como sal e algodão nos são disponibilizados a preço de banana... Ou o eram, antes da inflação disparar e até a dita fruta subir de preço...

Aí, no final de seu livro, Yoani faz um apanhado histórico e político de Cuba e mostra que os bons índices tão aclamados não são nada verdadeiros se comparados com os mesmos índices de outros países. E diz mais: "as conquistas anteriores [a Fidel Castro] foram preservadas, mas a nova ditadura não produziu nenhum milagre.

E, pra quem tiver mais curiosidade sobre o assunto, eis a entrevista que a própria Yoani deu no Roda Viva, quando esteve no Brasil, ano passado.


Vale muitooo ser lido, Pessoinhas lindas do meu coração. Esse comprei por R$ 29,75, numa promo do Submarino. E ele me tem 204 páginas.

E é assim que me despeço...

Abraços e Beijos!

Adna Maria.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...