Inspiração do Dia: Recife Antigo - Fotos e Fatos!

Recife é festa, é poesia, é idiossincrasia. 
Recife é música... Mas não é qualquer ópera. 
Recife é Música Popular, 
expressa na voz de um povo que fala cantando, 
e que encanta falando...

Ahhh, Recife... 
Se os teus rios fossem sempre perenes... 
Se os teus casarões fossem bem preservados...
Se as tuas pontes fossem mais seguras... 
Se nessas pedras portuguesas não deitasse tanta gente...

Recife, Recife... 
Se tua canção fosse ouvida... 
Tu serias a mais perfeita sinfonia, 
dedilhada por imortais tais quais JoaquimGilberto, Chico, Reginaldo, Ariano...


Semana passada, Evandro foi mais uma vez fazer aula em campo. E, dessa vez, a turma visitou o Recife Antigo. Esse bairro que seria encantado, não fosse tão destratado.

O Recife Antigo é aquele lugar que retrata bem a cultura de nossa capital. 
É o lugar onde nasceu a Capital Pernambucana (Marco Zero).
É rodeado por água e pontes. 
Suas ruas tem piso em pedras portuguesas. 
Os casarões são testemunhas de uma época gloriosa (será que um dia eles serão restaurados?).
Aqui, trabalhadores do Porto digital (maior parque tecnológico do Brasil) passeiam com moradores de rua.
E daqui se veem as Grandes Torres Gêmeas, mostrando a disparidade social evidente em nosso país...

Aiai, Recife, Recife...

Abraços e Beijos!

Adna Maria.
Créditos - Fotos: Evandro Prazeres / Texto: Adna Maria.


TFLM: Look Ladylike Para Comida Mexicana!

Semana passada fui com Evandro saborear da comida mexicana - e digo-vos que vai ter vlog dessa nossa empreitada depois - porque um amigo, que assistiu o vídeo em que eu dizia nunca ter experimentando da iguaria, me aconselhou deveras a ir correndo procurar um restô em Recife que a fornecesse.

E ele insistiu taaaantooo que eu deveria acatar sua sugestão, que não precisou de duas horas pra me convencer. Isso foi num sábado. No Domingo, já estávamos nós à caça do dito estabelecimento.

Mas todo esse prólogo é só pra mostrar em que termos esse look, de Filó&Fulano, foi escolhido como companhia. É... Talvez o vestido esteja mais pra noorrdestino do que para mexicano, mas ele me dizia com o seu olhar que estava tudo bem, que poderia ir comigo numa boa, que ele era o melhor parceiro que eu poderia encontrar (em termos de vestimenta) para um domingo à tarde e para a atividade proposta... E foi assim que o dito cujo foi eleito...

Pra ele, escolhi uma clutch de palha e esse par de rasteirinhas jeans, pro look ficar uma espécie de ladylike mais clean. 

A quem interessar possa, Ladylike é aquele visu super feminino, inspirado nos anos 50/60 e caracaterizado por cintura marcada, saias rodadas, vestidos godês, colar de pérolas, etc, etc, etc... super tendência em 2014. Observa:


Então foi isso. O vlog desse dia deverá estar saindo em breve... assim que o produtor do canal conseguir editar ele todo.

Abraços e Beijos!

Adna Maria.
Créditos: Sandália, Vestido e Clutch by Filó&Fulano / Brincos de procedência não lembrada / Anel doado pela Sogra.

SFQC: Vídeo - Tag da Verdade Vaidosa!

Hoje tem mais um vídeo no canal. E se tem mais vídeo tem mais tag... rsrsrs... 

E o nome da Tag de hoje é "Tag da Verdade", que eu mudei para "Tag da Verdade Vaidosa", pro negócio não ficar tão generalizado, já que fala mais sobre essas vaidades todas de mulher. 

Ela consiste de 10 perguntinhas que estão descritas bem aqui embaixo:

Perguntas:

1. Você sai na rua de cara limpa?
2. Você faz academia? Já faltou à academia por preguiça?
3. Quantos minutos por dia você leva pra se maquiar, banha, cabelo e roupa? Seu namorado reclama?
4. Você passa protetor facial e hidratante corporal religiosamente todos os dias?
5. O que você faz quando está num evento e o sapato machuca o seu pé?
6. Já aconteceu de sua roupa manchar, rasgar ou sujar durante um evento? O que você fez?
7. Já dormiu maquiada alguma vez na vida?
8. Qual cor de batom você nunca teria coragem de usar?
9. Já sabotou a sua dieta e se arrependeu?
10. Já fez alguma maquiagem que deu errado e só percebeu em fotos?

E olha só o vídeo...


E eu vou pedir pra vocês ignorarem o meu "excesso de alegria" (pra não dizer abestalhice) do início do vídeo e a tentativa de compor um poema no final do próprio... #vergonhaalheia...

Tirados esses dois pontos, não deixem de se inscrever no canal, de curtir, de compartilhar, de comentar... Enfim... fiquem à vontade. rsrs

É isso...

Abraços e Beijos!

Adna Maria.




SFC: Resenha - O Teorema Katherine, Jonh Green!

Iebaaaaa! Hoje, excepcionalmente, a resenha escrita vem acompanhada da falada. Porque temos vídeoooo!!

Mas antes de mais nada, me deixem dizer que livros infanto-juvenis geralmente não fazem a minha praia. Então, qualquer crítica escrita aqui pode, sim, estar relacionada a este fato. Na verdade, eu ganhei esse livro de uma amiga de trabalho. Não fosse isso, jamais teria me interessado por lê-lo... rsrsrs... Triste, mas verdadeiro. Claro que ameeeiiii ter ganhado. Porque só assim eu poderia saber "o que é que John Green tem".


Começando em 3, 2, 1...

Colin é um garoto prodígio cuja idade não lembro, mas acredito que seja em torno dos 17 years old. Ele tem um amigo chamado Hassan e uma tara por Katherines... Essas Katherines que sempre acabam terminando o namoro com ele... Então, após o término do namoro com a 19ª Katherine, Colin decide cair na estrada com o seu amigo Hassan. Conversa vai, conversa vem, eles acabam chegando num lugar chamado Gutshot. Lá conhecem Lindsay, e sua excêntrica mãe, e acabam morando temporariamente na cada das duas.

Falando um pouco do Personagem Principal...

Além de só namorar Katherines, Colin fala 11 línguas e tem uma fixação por anagramas. Ou seja, praticamente tudo que é conversado com o cara, ele coloca em anagramas... E eu ainda tô pra ver coisa mais chata do que isso na minha vida.

Exatamente por ser um garoto-prodígio, Colin não se achava uma pessoa muito querida pelos colegas... Bem... Ele podia não ser má pessoa, mas também legal é que não era!

Foi em Gutshot que Colin teve o seu momento Eureca e inventou a Teoria Terminante-Terminados. Coisa que me recuso a teorizar aqui, de tão... sem graça... que achei o negócio.

Como podem ver... Colin não me agradou muito. Inclusive, ele foi o primeiro personagem por quem tomei certa animosidade... E olha que li 50 Tons de Cinza... Mas sinto que fui mais condescendente com Anastásia...

E sobre o Livro...

Juro que não via a hora de terminar o livro. E digo mais: terminei porque ganhei de presente, e provavelmente minha amiga ia querer saber o que eu tinha achado... E eu, definitivamente, não faço parte do time de pessoas que gostam de emitir opiniões precipitadas sobre assuntos que nem se deram ao trabalho de conhecer...

Mas sabe uma história que não te diz nada de real importância (a não ser que existem de fato cálculos matemáticos para tentar definir relacionamentos... algo assim)? O livro não me diz nada com nada. Eu sinto como se o autor tivesse partido do nada pra lugar nenhum.

Claro, é um livro para adolescentes. Com escrita para adolescentes. Mesmo assim, acredito que poderia ter sido melhor desenvolvido... E que poderia ter tido um personagem menos bobo...

Achei a linguagem um tantinho forçada, apesar de ter gostado das notas de roda-pé. Foram engraçadinhas, vai... E olha que geralmente odeio notas explicativas. Mas nessas, o autor encontrou um jeito de se comunicar diretamente com o leitor.

E, apesar de tudo o que falei aí em cima, vou te dizer que o livro não é de todo mal - claro que eu esperava muito mais desse espetáculo de autor que dizem ser John Green.
Mas, como digo no vídeo aí de baixo: do início pro meio, a gente fica pensando... "Que merda é essa?"... mas depois o negócio se torna menos ruim... rsrsrs

E não deixem de conferir o vídeo e de emitir a sua opinião...


Ahhh, peço encarecidamente que os mais apaixonados não me matem...

Abraços e Beijos!

Adna Maria.

QFB: Shampoo Johnson Baby Para Demaquilante!

Se você é como eu, que morre de preguiça de tirar a maquiagem toda quando chega em casa, mas tem absoluta consciência que não pode dormir com ela... Esse é o post certo pra você!

Eu sei, eu sei... Não é novidade que o Shampoo Johnson's Baby retira a nossa maquiagem de forma suave... já que é feito pra bebê. E é neutro. Mas só quero comprovar a veracidade desse fato bem aqui, neste blog.

Antigamente, eu tinha dois demaquilantes: um pra área dos olhos e outro pro rosto. Agora, imagina tu a preguiça que a Pessoa tinha, já na hora de delinear os olhos, só de pensar que precisaria tirar tudo aquilo mais tarde. Todo dia era um tal de melecar cotonete e passar cuidadosamente no negócio do olho. Aí, depois, molhava o algodão e tirava os bb creams da cara. #aiquesaco!

Foi quando, num desses vídeos de YouTube da vida, alguém um dia disse como era fácil e eficiente usar o Shampoo para bebê, pra tirar maquiagem. 

Posteriormente, o oftalmo de mainha indicou que ela passasse esse dito shampoo pra limpar um carocinho que tinha aparecido em cima do olho dela. Então eu, como boa filha que sou, acabei usurpando o produto dela... hehehe... Afinal de contas, se o oftalmo tinha dito que podia usar, quem era eu para não fazê-lo... Né? Fui lá e usei. Pronto. Gostei. Comprei um pra mim. E só uso ele como demaquilante, até hoje. 

Se funciona? Minha fêlha, negócio quebra um galho danado. Por exemplo, nessa primeira foto aí de baixo, eu tava de delineador, sombra e máscara de cílios à prova d'água (tudo preto) nos olhos. E olha só como tá tudo removido na segunda foto, aonde, por sinal, deixei toda a minha dignidade de lado pra mostrar o resultado do negócio (atendendo para a diferença de luz, porque eu tava em dois ambientes diferentes).

Enfim... Já vi muitas meninas diluindo o shampoo em água e usando o algodão pra tirar a maquiagem, mas confesso que acho mais prático usá-lo como um sabonete mesmo. Lavo normalmente o rosto com ele. Quando o negócio tá muito preto, passo 3 vezes na área dos olhos e dou uma esfregadinha de leve (com a mão bem limpa). E funciona. Depois lavo com sabonete facial normal. Dou a hidratada noturna, e pronto. Prontíssima pra dormir.

Na segunda foto aí de cima, não usei o sabonete facial e o hidratante. Tinha acabado de tirar a maquiagem só com o shampoo mesmo, procês verem como funciona.

Resumindo: Produtinho é prático. É barato (cerca de R$ 8,00 nas farmácias e supermercados). Funciona. E, também muito importante, não deixa nossa pele oleosa. 

E tenho dito.

Mas devo lembrar que os oftalmologistas o prescrevem pras áreas dos olhos, tá? Se o usamos na pele (como no meu caso) é por nossa conta e risco.

Abraços e Beijos!

Adna Maria.

Inspiração do Dia: O Jardim do Vizinho!

Hoje fui visitar a minha lista de blogs e me deparei com uma frase curiosa.

Não perca tempo invejando o Jardim do Vizinho. Plante o seu!

Dei uma entrada no link pra ver melhor e descobri que a frase vinha de um blog chamado Meus Segredos, de uma pessoa fofa, chamada Bell.

O Blog Meus Segredos é basicamente voltado pra frases de auto-ajuda. Sabe aqueles momentos que a gente tá meio down e é como se determinada frase tivesse caído do céu exclusivamente para nos confortar? Pois então, acho que essa é a pretensão de Bell em seu blog.

Mas aí, vendo essa frase dela, lembrei rapidamente de um vídeo de um rapaz chamado Érico Rocha. Érico é um empreendedor que faz vídeos no YouTube, com a intenção de ajudar outros empreendedores. E de vez em quando ele dá umas "sacadas" que nos confere uma força danada.

Mas o que tem a ver o empreendedorismo com tudo isso, D. Maria? Talvez tudo. Talvez nada. Eu sou o tipo de pessoa que acha que tudo é empreendedorismo, inclusive nossa vida. A gente precisa saber levar esse "negócio", que é a nossa vida, de forma que tenhamos "sucesso", seja com nossos pais, com nossos filhos, com  nossos companheiros, com nossos amigos, com nosso trabalho...

Enfim, outro dia eu tava num dos meus momentos "quero-desistir-de-tudo" e, bem nesse dia, assisti esse vídeo de Érico:


Nesse vídeo, ele fala a seguinte frase:

Não compare seus bastidores com o palco de outras pessoas.
Mas, por quê isso?

Simples. Porque às vezes a gente perde a confiança em nós mesmos, quando nos comparamos demasiadamente com os outros. 

E essa mensagem serve pra blogueiros, vlogueiros, empreendedores, mulheres com baixa auto-estima... Por exemplo, outro dia eu mesma tava conversando com uma amiga minha sobre o fato de ela ter se enganado com a "casca" de uma determinada pessoa. E quando se enganou, ela chegou a se colocar pra baixo, porque fulaninha era poliglota e lindaaaa... Depois de um tempo, ela soube que fulaninha tinha certos problemas. E essa própria amiga que tinha se colocado pra baixo ao se comparar com a outra fulana, soltou pra mim a célebre frase:

Quem vê cara, não vê coração. :o

Então a dica de hoje é simples: 

Você não sabe o que acontece nos bastidores de outra empresa, de outro jardim, de outro blog, ou mesmo no que acontece no interior de cada pessoa (seu bastidor). Então simplesmente faça o seu, acreditando em si mesma. Porque aí, sim, o jogo vai virar.
Exemplo: existem milhares de blogs maravilhosos, famosíssimos e com blogueiras liiiindass e super bem articuladas por aí. Se eu, Adna, fosse olhar para esse lado da coisa, nunca teria começado o Lendo o Dia. E hoje, eu não estaria vivendo tantas coisas preciosas dentro de mim mesma. Coisas que só me vieram através do Blog. O LD permitiu que eu me encontrasse. Que eu começasse a fazer coisas que tenho prazer de fazer. O blog me proporcionou uma melhora espetacular na minha timidez e auto-estima. Enfim...

É essa é a Minha Inspiração de Hoje.

Abraços e Beijos!

Adna Maria. 

TFLM: Look Exposição de Fotografia!

Semana passada, Evandro (mais novo estudante de fotografia) e eu, fomos a uma pequena exposição de fotos que tá rolando lá no D. Lindu. A exposição chama-se "Cor à Pele" e é formada por estudantes de fotografia da AESO... A quem interessar possa, a mostra ficará em cartaz até o dia 27 deste mês. Vai de Quarta a Domingo. Nos dias úteis com horário de 12h às 20h e nos finais de semana funcionando das 14h às 20h. Vou contar que a exposição não é muito grande, mas se torna bastante interessante pra quem tá aí no ramo das fotografias, ou é apaixonado por essa arte.

Mas não, não é da mostra em si que vim falar... rsrsrs... O fato é que eu aproveitei que a luz do local tava boa, pra fotografar meu próprio "look exposição"... kkkkk... A Pessoa aproveita certas oportunidades, fazer o quê?

Como nós fomos à noite e tava meio frio, preferi usar calça jeans flare (ótima pra seres pequeninos, como eu) e jogar um cardigãzinho por cima da camiseta. A sapatilha foi escolhida porque pensei que ia andar, andar e andar, e não queria me preocupar com sapatos de salto. Além do mais, o Parque D. Lindu é um lugarzinho tão despojado que, pra mim, não cabia tá usando coisas lá muito phynas. Resumindo: acho que fiz uma boa escolha para o dia, a hora, o local e o evento. rsrsr
Dá só uma espiada:


Siimmm, gostei do look (apesar de ser suspeita pra falar, não vou ficar aqui de falsas modéstias... kkkk), gostei da noite, gostei das fotos... até do meu cabelo (e olha que ele tá rebelde!) eu gostei, vejam vocês... rsrsrs... Acho que tudo conversou direitinho... 

Eééé, hoje tô gostando de tudo meeerrmoo!!

Abraços e Beijos!

Adna Maria.
Créditos: Cardigã by Filó&Fulano / Calça e Camiseta by Marisa / Sapatilha by Riachuello / Cinto by Colombo / Bolsa by C&A.

SFQC: Vídeo - Tag Sugestões!

Mas fiquei tãããooo animada quando Rytta Nunes me tagueou no seu blog! Ótima oportunidade pra fazer um vídeo! rsrsrs... E foi o que fiz.

Como cês viram no título, o nome da Tag é Sugestões. E ela tem 4 regrinhas. São elas:

1. Mostrar qual Blog indicou a Tag:

O que me indicou foi o Achei e Bloguei. Da própria Rytta. Pessoinha queridíssima que além de tudo é nordestina como eu. E vizinha, ainda por cima! Aqui das Alagoas, lugarzinho que simplesmente amooo!!

2. Sugerir - Um Filme, Uma Comida, Uma Música, Uma Série e Um Livro:


3. Sugerir duas Coisas diferentes do Item 2:

==> Sugeri que vocês visitassem o LD. Mas agora que já visitaram, sugiro que sigam o nosso Blog... ===>> aí do lado ===>> sem pressões! kkkk
==> Sugeri que vocês se inscrevessem no Canal. Então já vou colocar aqui o Vídeo de Resposta à Tag, pra vocês aproveitarem e fazer tudo de uma vez só. rsrsrs


4. Indicar 10 Blogs para a Tag:

E eu tagueei:

1. Rytta Nunes: Achei e Bloguei - pra responder em vídeo... rsrsrs... Ryttaaaaa! rsrsrs
2. Danny Toledo: Blog Quatro Estações - Danny, eu engasguei quando fui falar teu nome... kkkk... Perdoaaa! 
3. Simone Bastos: Liberdade Lá Vou Eu - minha primeira amiga virtual nessa blogosfera. Carinho enormeeee por ela!
4. Yvânava Lua: Musa do Proletariado - minha conterrâneaaa... Já falei do blog dela bem AQUI! 
5. Anatália Queiroga: Blog da Anatália - paraibana arretada! Gosto demais!
6. Dani: O Mundo de Danica - pernambucanaaaa, de quem não perco uma edição no canal! Siimm, não sou imparcial! kkkk
7. Kamylla Pink: Kamylla Pink 2013 - já vi praticamente todos os vídeos do canal!! Gosto demais da forma como ela se expressa!
8. Renata de Lima: Motive to be Pretty - conheci faz pouco tempo, mas já amando as fotos do blog dela! rs
9. Lu Carvalho: MeninaPontoMulher - também não perco uma edição no canal.

No vídeo só sugeri 9 meninas, mas aqui vou sugerir mais uma que conheci recentemente (depois da gravação):

10. Daniele Barreto: Atomic Black - e também já falei do blog dela bem AQUI!

Então é essa a Tag de Hoje...

Não deixem de assistir o vídeo...

Abraços e Beijos!

Adna Maria.

SFC: Hitler Vol. 1 - Resenha!

Quando comprei essa biografia de Hitler, não via a hora do livro chegar em casa. Assim que chegou, parei todas as outras leituras em favor dele. E daí, passei meses pra terminar de lê-lo. Digo mais: terminei essa leitura mais por curiosidade da vida dos outros do que por qualquer outra coisa.

Tudo bem, vai... Admito que o livro é bem detalhado e, pra quem quer conhecer todo o contexto político-econômico em que Hitler estava inserido, ele é ótimo (não é à toa que são dois volumes, contendo mais de quatrocentas páginas cada um). Mas, seu Joachiiimm, foi demais! Eu não precisava saber de todos os nomes envolvidos no negócio não, meu véi! Se ligue!

Então é o seguinte: pra você que faz história, que é apaixonado por história ou que num-sei-que-lá por história, livrinho é ideal.

Mas já você que, assim como eu, só tá a fim de saber da vida alheia, e tem muita curiosidade sobre Hitler... Aconselho você a procurar livro de outro autor, Pessoa. Porque Joachim Fest, além de muito detalhista, gosta de usar palavrinhas difíceis também. E isso torna certas partes do livro... chatinhas... Se é que você me entende.


Mas falemos do primeiro volume do livro, de 1889 a 1993, quando Hitler ainda não tinha assumido o comando da Alemanha... Neste primeiro volume, nós encontramos um jovem burguês mimado; Um artista frustrado e um cara medíocre que viveu por um tempo da herança do pai, até que essa herança se acabasse.
Mais ou menos na metade do livro, encontramos um adulto psicologicamente afetado, influenciado por pensamentos racistas e anti-judaicos e que tinha o dom da oratória.

Na verdade, devo fazer uma retratação a Hitler (entendam como uma ironia). Ele não era o cão chupando manga sozinho. O contexto (talvez histórico, talvez político) da sua época era marcado pelo Darwinismo Social (luta pela sobrevivência dos mais aptos).

O que acontece é que Hitler, muito influenciado por esses pensamentos, e com o dom da oratória, se achava o próprio mensageiro divino, "enviado dos céus para limpar o pecado do mundo"... Sim, ele se achava o próprio vigador de Jesus Cristo, que veio para tirar do mundo a podridão chamada "judeus".

E aí olha o que o cara diz em certo momento de sua vida: " na qualidade de cristão e de homem, leio com amor infinito aquela passagem que nos relata como o Senhor chegou ao ponto de se levantar bruscamente e se servir de uma chibata para expulsar do templo os usuários, essa raça de víboras e serpentes. Dois mil anos depois, inclino-me com profunda emoção, diante do combate inaudito que Ele travou em prol do mundo inteiro contra o veneno judeu, e constato que essa foi a razão pela qual teve que morrer na cruz..." Que coisa, não?

Caso é que a sensação dos alemães era meio de inveja, sabe? (o que é que a inveja não faz?). Porque os judeus eram mais ricos (dados ao comércio) que os alemães e muitos deles viviam riqueza em pleno território alemão - Tipo os chineses no Brasil (Hã? Eu não acredito que disse isso!)- A diferença é que os judeus não tinham uma pátria pra chamar de sua. Então, dado o poder orador de Hitler, e dada a situação da Alemanha no pós primeira guerra, acredito que o povo tenha se deixado também convencer de que o Führer era o Salvador da Pátria (pobre povo ignorante... Na verdade, Hitler se achava o salvador do mundo inteiro).

E aí a gente enxerga como é frágil a mente humana, que se deixa influenciar por outra mente doente... Bastando que o dono dessa mente perturbada tenha o dom do convencimento...
E como a oratória pode fazer estragos nesse mundo... Né não?

Finalmente consegui terminar essa resenha! Ufa!

Abraços e Beijos! Bom Final de Semana para Todos!

Adna Maria.


Inspiração do Dia: Blog Atomic Black!

Eu não poderia passar o dia de hoje sem falar de um blog que conheci ontem. Porque a blogueira é de uma personalidade ímpar (e eu gosto deveras disso). Porque ela combina Look do Dia, com Fotografia, com Livros, com Música - mostrando que a nossa vida é um pedacinho de cada coisa e que... Por que não trazer isso pro nosso blog? - e Porque ela tem um gosto literário parecidíssimo com o meu.

E vou confessar que já tava me sentindo um peixinho fora d'água num mundo em que adolescentes leem John Green, enquanto que, na minha adolescência, eu lia coisas como a biografia de Zélia Cardoso de Melo, escrita por Fernando Sabino, por exemplo. E não, isso não é uma crítica... Eu não sou ninguém para criticar o gosto literário, ou qualquer outro gosto, de ninguém. Até porque, pra mim, a leitura de qualquer coisa, de gibis à bulas de remédio, é muitíssimo válida. Apenas sentia que não tinha muito com quem trocar figurinhas sobre as minhas preferidas por aqui. rsrs

Agora, sobre o lance de misturar tudo no mesmo blog, devo dizer que eu, particularmente, tô cansada de ouvir conselhos do tipo: "Procure um tema específico pra falar no seu blog"; "Fale sobre o que todo mundo está falando"... E, nas minhas palavras: Faça parte da onda. Pense dentro da caixinha. Seja como todo mundo... Ora! Minha vida não tem um tema específico e, como consumidora, espectadora, leitora, vestidora... me dou o direito de falar sobre minhas experiências pessoais com o mundo, obrigada. rsrs

E me diga mais uma coisa: Por que não posso gostar de postar look do dia e falar de livros num espaço só? Por acaso serei menos "inteligente" quando posto looks? Ou mais indiferente com o que visto, quando faço resenha de livros? Sinceramente, acho que algumas regras da blogosfera refletem pensamentos ultrapassados... e preconceituosos... #prontofalei!

Foi em todos esses aspectos que me identifiquei super com o blog e com a personalidade de Daniele Barreto, do Atomic Black (clica no link pra cê ver). E o seu blog me inspirou a continuar com essa minha "filosofia de vida bloguística". E se eu fosse você, daria uma passadinha lá também. rsrs... A menina é boa, vai por mim!

Então essa é Inspiração do Dia de Hoje... E tenho dito!

Abraços e Beijos!

Adna Maria.

TFLM: Look Aeroporto - Voltando de Fortaleza!

Deixa eu cantar uma música aqui procês: "A preguiça me pegou. Tentei escapar, não consegui..."

Não... É inacreditável o percentual de preguiça inserida no meu ser no dia de hoje. Sinceramente...

É por isso que não vou falar muito... Até porque hoje o dia tá ruço (siiimm, descobri que "ruço" é sinônimo de "nevoeiro" e por isso muita gente diz que a "coisa tá ruça" por aí... O que não tem nada a ver com o post em questão, mas deixa estar).

Hoje vim trazer mais um look e vou confessar que esse ainda é o Look-Aeroporto com o qual voltei de Fortaleza, em 1800 A.C. Ele tava perdido aqui em algum lugar desse blog e me serviu como uma carta na manga, porque essa semana não houve momento fotografia no meu digníssimo tempo. 

Dá uma olhada aí, mas antes deixa eu dizer que cabelinho da pessoa tá meio arrepiado porque ele é ruim mesmo, viu? rsrs #ahbixinhorebeldedagotaserena


E num conta pra ninguém mas eu só mudei a camisa, no voo de volta de fortaleza! Oxe! E num foi não, foi? Eu só tinha uma mala pra passar 6 dias por lá. Tive que otimizar a parada, né? rsrsrs... Espia:
E essa é uma dica pra quem vai viajar e não pode levar tanta coisa assim... São as camisas que determinam a diferenciação o look. Então prefira diferenciar nas partes de cima e repetir as partes de baixo.

Abraços e Beijos!

Adna Maria.
Créditos: Camisas e Blazer by Filó&Fulano / Sandália by Riachuello / Calça by Marisa / Bolsa by C&A / Óculos Chilli Beans.

SFQC: Mais Um Vídeo - Tag Uma Só Palavra!

Pessoaaaas, hoje tem vídeoooo!! E, mais uma vez, estamos respondendo uma Tag. 

Só que dessa vez, não respondi por conta própria. Foi minha amiga Danny Toledo, do Blog Quatro Estações que pediu pra eu responder. 

O nome da Tag, como cês já devem ter visto, é "Uma Só Palavra". E eu deveria ter respondido cada pergunta com uma palavrinha só... Coisa que não aconteceu, já vou avisando logo. rsrsrs



Mas simbora deixar de lero-lero, que nem muito tempo pra isso eu tenho hoje... rsrsrs... Triste! 
Espero que se distraiam, curtam o vídeo, se inscrevam no canal, curtam a página e... sigam o blog... rsrsrs



Abraços e Beijos!

Adna Maria.

SFC: A Mulher de Trinta Anos - Honoré de Balzac!

O Ministério do Lendo o Dia adverte: Esta resenha não é recomendada para quem tem aversão a SPOILERS.

Fazia um tempão que eu queria ler o livro "A Mulher de Trinta Anos" pra saber o que, finalmente, levou o termo "Balzaquiana" a fazer tanto sucesso.

E olha só um pedacinho da descrição: "A mulher de trinta anos é talvez o título mais conhecido de Honoré de Balzac. Foi este romance que deu origem ao termo 'balzaquiana' para designar mulheres mais maduras... A mulher de[...] foi um precursor do feminismo, ao mostrar Julie, a infeliz heroína, às voltas com os problemas fundamentais da vida amorosa e sentimental das mulheres e com o fracasso do casamento."

Sim, como dizia sua amiga Zulma Carraud, Balzac parecia mesmo um conhecedor da alma feminina. O cara soube descrever a frivolidade de uma mocinha; a infelicidade de uma mulher madura; o amor dessa mulher por um homem... ou por alguns homens; os diferentes tipos de amores reservados à sua prole; sua vontade de triunfar sobre as demais almas femininas; e algumas coisitas  mais, com uma compreensão que eu nunca havia visto em outro homem...

"A Mulher de 30 Anos" conta a trajetória de vida de Julie, de sua alegria juvenil à sua morte. O livro fala de amores frustrados, de amores perdidos, de amores não satisfatoriamente correspondidos (o caso do amor um tanto frio da mãe pela sua primogênita). E mais interessante é que a gente sempre pensa que o autor vai seguir por um caminho que ele não segue, afinal.

Antes de continuarmos, devo pontuar que comprei um pocket da L&PM com 207 páginas. Porque não tenho problema com esse tipo de livro. Pra mim o que interessa é que negocinho é mais barato. Esse, por exemplo, custou cerca de R$ 17,00.

Agora dando uma continuidade meio aleatória ao negócio...

1. Devo confessar que, apesar de ter gostado deveras da obra, mais ou menos no meio do livro tive um sentimento de raivinha pela personagem. Pelo modo como ela tratava a filha de seu desamor. Afinal, a menina não tinha culpa de suas escolhas. Mas no final, acabei sentindo pena dela... por tanto amor dedicado à outra filha mimada, talvez fruto de seu amor proibido, que a trata mal sempre que pode... Coisa que vemos com frequência hoje em dia.

2. O autor nos deixa, através da heroína, com pulgas atrás da orelha com relação ao tema felicidade x sociedade. E é tema que deixa qualquer um confuso/desconcertado: "Poderia encontrar a felicidade fora das leis com que a Sociedade, com ou sem razão, faz sua moral?" - Julie se indaga na página 121 do livro. Ou seja, até que ponto a sociedade dita nossa felicidade? Podemos ser felizes sem a aprovação dos outros?Somos felizes apenas pela aprovação dos outros? Hã? Hã?

3. Julie era uma mulher super inteligente e Balzac vai deixando isso claro ao longo do livro. Sabe o ditado: Por trás de um grande homem, existe uma grande mulher? Então... A gente nota isso também em Julie, cujos conselhos eram o que mais aprazia ao marido. Tanto é que na página 108 do livro, o consciencioso sr. Carlos de Vandenesse fala sobre a heroína: -  "Preciso tomar lições com ela. Soube fazer de um marido medíocre um par de França; De um homem nulo, uma capacidade política."

Enfim, adorei o livro. Apesar de tantas tristezas e dissabores, ele nos deixa muitas reflexões. Recomendo pra todo mundo, principalmente pras mulheres mais maduras... Porque acho que as mais jovens não vão se interessar muito. rsrsrs...

Abraços e Beijos!

Adna Maria.

QFB: Hidro-Repositor In Care Vitabelle!

Aí só depois que tira foto do negócio, que posta no blog, que tá fazendo a resenha do produto, é que a doida vem perceber que num é bem dessa forma que ela usa tudo... #aiai... (Distraída não, viu, se amostra!).

Então, com essas ondas de economia, fui deixando todos os meus produtinhos se acabarem-se, antes de ir fazer uma nova compra das coisas todas. E, dessa vez, procurei marcas desconhecidas e, ao mesmo tempo, acessíveis ao bolso da pobre trabalhadora brasileira. 

Foi assim que conheci os produtos Incare, da Vitabelle, e o Óleo de Argan Nutrifica (que vai figurar numa próxima resenha, porque não é com esses produtos que eu uso), depois de um tal de tira-bota-bota-tira da prateleira.

Esse Shampoo (R$ 22,76) e essa Máscara (R$ 26,79) servem pra repor água na fibra capilar (lembram do passo a passo: hidratar, nutrir e restaurar?). Mas pra quê eu quereria repor água no meu cabelo, Pessoa? Oraaaa, pra deixar ele mais maleável. Acontece com o nosso cabelo o mesmo que acontece com nosso organismo. Nós não precisamos tomar água todos os dias? Pois então! Nossos cabelos também precisam dessa reposição pra ficar mais saudável.

Agora deixa eu te contar uma coisa: Gostei demais da conta dessa marca. Os produtos prometem restaurar a estasticidade, realçar brilho, reforçar a estrutura interna do fio e conferir maciez aos bebelos. E é exatamente isso que eu senti nos meus. Além disso, o cheirinho é suave e agradável.

A única coisa que não gostei foi a composição da máscara. Porque contém Paraffinum Liquidum (óleo mineral), que não tem nenhum valor nutritivo e apenas age superficialmente, formando uma camada que pode até danificar os fios, vez que impede que outros mecanismos de hidratação penetre no negócio. Mas, difícil é encontrar produtos sem esse componente, né? Então...

Eu sempre gosto de usar potencializadores misturados às máscaras capilares, como Bepantol (pra hidratação), Óleo de Argan (pra nutrição) e Queratina em Gel (pra restauração). Mas, para fins de testes, nas primeiras vezes, prefiro conferir se o produto é bom mesmo, usando apenas e somente ele. Sobre isso, vou dizer que não achei muita diferença, usando o produto sozinho (no caso das fotos aí de baixo) ou com o Bepantol. O resultado é praticamente o mesmo. Dá só uma espiada em como os cabelinhos ficaram sem potencializador, por exemplo:

É isso. Lembrando que eu não dou escova, nem chapinha, após lavar. Ou seja, cabelinhos secam naturalmente e assim ficam.

Abraços e Beijos!

Adna Maria.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...