SFC: O Grande Amigo de Deus - Livro!

"O grande amigo de Deus recria em forma de romance a vida fulgurante de Paulo de Tarso, o apóstolo São Paulo, que há 20 séculos enfrentou o mundo e o transformou.". É o que diz a sinopse.

Minha motivação pra ler esse livro foi a seguinte: Primeiro, como tenho formação evangélica, sempre ouvi falar no "espinho da carne", que acompanha o nome Paulo de Tarso em praticamente todas as citações sobre ele... Pelo menos era assim na Igreja. Eu ouvi falar tanto em minha vida sobre esse espinho, que queria saber que danado de espinho era esse, que "maculava" aquele santo homem de Deus. rsrsrs... Vou logo dizendo que não consegui identificar esse aguilhão não... Paulo tinha tantos "problemas" na vida, que eu acho que o espinho era simplesmente sua humanidade... kkkk... Pra quem ficou curioso, eis: saúde delicada, falta de beleza física, um olho cego, personalidade forte, religiosidade exacerbada ao ponto de achar o amor romântico uma afronta a Deus... Tudo colocado nas minhas palavras, ressalto.
Segundo, li em algum livro que ele era um ótimo negociante (de negócios mesmo). Num achei muito disso não, viu... Digo logo. A não ser, claro, por ter sido um ótimo orador e, por consequência, alguém que convencia muito bem às pessoas.

Como já falei anteriormente, o livro tem 700 páginas e fala desde o nascimento do apóstolo atééé... Não, ele não fala de sua morte... Aiai...
Como é narrado em terceira pessoa, por vezes são incrustados pensamentos e alguns detalhes da vida de outros personagens, o que faz a obra ser tão extensa.

Em linhas gerais, Paulo de Tarso, para os romanos, ou Saul de Tarshish, para os judeus, foi um fariseu profundamente apaixonado por suas convicções. Acreditava numa missão divina pra sua vida desde muito jovem e viveu seriamente em pró (pró ou prol hein? srs) desta missão, mesmo sem conhecê-la. Por isso não casou e, ao se deixar levar uma vez, na juventude, pelo amor erótico, se penitenciou severamente.

Desacreditou de Jesus Cristo (para os romanos), ou Yeshua (para os judeus), como o Messias Prometido, já que Ele não tinha vindo da forma imaginada pelos judeus, e o odiou profundamente, usando toda a intensidade que lhe era inerente. Após a morte de Yeshua, Saul entendeu que sua missão divina era libertar a humanidade dos novos seguidores de Cristo e foi a partir daí que começou a perseguir os judeus convertidos, se juntando a Pôncio Pilatos e a Caifás, apesar de odiar os romanos por ter submetido o seu povo... Parece confuso mas é isso mesmo.

Um dia, numa dessas "cruzadas" (me perdoem pelo nome dado, mas é que Paulo achava, assim como a Igreja Católica da Idade Média, que estava perseguindo os cristãos a serviço de Deus... Sendo a diferença entre ele e a Santa Igreja Católica que ele, Paulo, fazia isso realmente acreditando estar a serviço do Todo Poderoso. Enquanto a Igreja, bem... A gente sabe que tinha lá os seus motivos escusos né?)...

... Mas voltando para o tema Saul... Um dia, numa de suas cruzadas, a caminho de Damasco, ele teve um encontro (a revelação) com o próprio Messias, que perguntou-lhe o motivo de sua perseguição. A partir deste momento, Paulo se converteu ao cristianismo e, após alguns anos, começou sua pregação aos gentios (já que era um citadino inteligente, um orador fervoroso e conhecedor de várias culturas) alegando que Cristo tinha vinho para todos, e não apenas para os judeus, como estes acreditavam. Então, a gente conclui que é a partir de Paulo que nós, não judeus (e, portanto, gentios), conhecemos o Cristianismo. Por isso a sua importância para a Igreja.

O que aprendi: Os judeus acreditavam que o Messias viria de uma determinada forma e, como o seu modelo mental desta vinda não foi concretizado, muitos desacreditaram de Jesus Cristo (ele veio para os seus, mas os seus não o receberam).

Moral da História: Deus é Supremo e não faz as coisas de acordo com nossas vontades ou paradigmas... Pensemos nisso... Sem mais.

Minha Opinião sobre o Livro: É gostoso de ler. Não é cansativo. Nos faz pensar seriamente em alguns assuntos inerentes à fé. E valeu cada página lida... Só senti falta de alguns detalhes mais aprofundados da vida do nosso herói... rsrsrs

Bom Final de Semana pra Todo Mundo!

Abraços e Beijos!

Adna Maria.
P.S: Tentei ser o mais objetiva possível... Mas cês sabem que 700 páginas não são lá muito fáceis de serem reduzidas né? kkkk


2 comentários

  1. Oiiie, nossa, eu adorei sua sugestão !!!! Não conhecia o conteúdo desse livro, e, da maneira que vc fez a resenha acho que nem preciso comprar, rs. Muito boa Adna. Amei mesmo.
    Você conhece o blog da Ludymila Mello - http://onemomentintimes1.blogspot.com.es/ - Ela como vc devora livros, rs. É uma super dica literária pra vc. Eu gosto muito de visitar. #ficaadica
    Bjkas flor
    www.acheiebloguei.org

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkk... Rytta, obrigadaaaa pela dica! Já tô aqui conhecendo o blog dela! Bjoss!!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...