Feliz Ano Novo!


Hey, people! I'm here now!

Depois de algum tempo desaparecida (acho que ao contrário de alguns, estou a lamentar profundamente o término de 2013. Por isso o luto. rsrsrs), resolvi aparecer pra desejar um Feliz 2014 para todos nós.

2013 vai me deixar saudades. Acho que talvez porque seja o ano em que corri mais atrás das coisas que eu realmente queria fazer... E talvez esteja aí o segredo para ter sido bom. É que dessa vez resolvi não esperar, simplesmente. Esse ano foi o primeiro de minha vida que tracei objetivos e decidi persegui-los, me aproveitando da saúde dada por Deus e sempre tão bem vinda.
Assim... Enquanto 2012 foi de algumas conquistas, 2013 foi de algumas realizações pessoais. Coisas pequenas, mas que me fizeram crescer mais enquanto pessoa... E o que eu tenho a dizer sobre isso é que nem todas as conquistas são tão felizes, dependendo da circunstância em que você estiver inserido... Enquanto isso, realizações pessoais são motivadoras, engrandecedoras... preenchedoras da alma.

E este ano... 
Me preencheu a alma ter me sentido mais íntima do Criador, sem querer incorrer em vaidades eclesiásticas.
Me preencheu a alma ter lido mais livros, viajando sempre no tempo e no espaço, bem como aprendendo coisas novas com cada um deles.
Me preencheu a alma ter estado, em todos os momentos, com o companheiro que Deus me deu.
Me preencheu a alma ter me aproximado mais de minha família.
Me preencheu a alma ter ganhado novos amigos.
Me preencheu a alma ter iniciado este blog.
Me preencheu a alma ter feito alguns cursos, ainda que rápidos, mas que adicionaram alguns conhecimentos no que quero atuar.
Me preencheu a alma ter conhecido finalmente aquilo com que quero trabalhar, depois de 31 anos de vida! hahaha...
Me preenche a alma estar viva e esperar por um Ano Novo ainda melhor!

E eu agradeço a Deus por tudo... até pelos momentos angustiantes, que são os que nos fazem crescer de uma forma ou de outra.
E, para o próximo ano...
Resta-me pedir que Ele continue preenchendo nossa alma com mais força, mais garra, mais fé, mais saúde, mais amor, mais sabedoria, mais visão, mais esperança, mais paz, mais caridade, mais prosperidade, mais companheirismo, ainda mais carinho no relacionamento com nossos amados...
A mim resta pedir que Ele continue derramando do Seu Espírito sobre nós...
E você, o que espera de 2014?
Feliz Ano Novo... Deus nos abençoe!
Abraços e Beijos!
Adna Maria.

Look Desbravando Pipa!

Meu primeiro drama Pós Natal: Me gustaria mucho postar uma foto de look-de-Natal (não o lugar, a data comemorativa!), mas isso se deu como missão impossível...
Primeiro, porque a máquina descarregou em plena noite de 24 de Dezembro.
Segundo, porque quando chegamos de viagem eu mal tive tempo pra me arrumar pro amigo secreto na casa da sogra.
Terceiro, porque a gente chegou tão cansado em casa que eu não ia fazer essa maldade com Evandro, né?
Quarto, porque meu dia 25 foi basicamente um tal de acordar às 9:00 h pra arrumar bagunça de volta de viagem, lavar roupitchas, conversar com primo viajante e tia de sempre e mexer com o blog... entre umas e outras assistidas de filme no YouTube... Ou seja, eu saí do meu quarto pra sala, da sala pro meu quarto, algumas vezes fui ao tanque e noutras compareci ao banheiro, claro né... E minha Quarta-Feira de cinzas (ops) não passou disso aí.

Meu primeiro drama Pós Viagem: Me gustaria mucho fazer uma espécie de roteiro da nossa viagem por aqui, contando tudo a partir da rota que tomamos, da nossa chegada no hotel, do primeiro look... esse tipo de coisa... Buuuttt... numa inédita falta de tempo... hahaha... estou trazendo aqui o look da primeira noite em Pipa, e verei o que posso fazer com o resto da viagem... rsrsrs... 
Olha!
















Então... Este foi o primeiro look que usei em Pipa para ir jantar eeee conhecer a cidade... Eu queria algo leve, confortável e arrumadinho e acho que ficou bem legal.

E vocês, o que acharam?

Abraços e Beijos!

Adna Maria.
Créditos: sandália comprada numa dessas lojas do centro da cidade cujo nome não lembro de jeito nenhum. Por falar nisso, estou deixando registrado o desagrado de uma tal de Cássia pela compra dessa minha rasteirinha... Ela disse que esse é o tipo de calçado que não combina comigo (por algum motivo) e queria que eu passeasse pelas areias da orla de Pipa com sapatilha de plástico da Melissa! kkkkk... Pronto, Cássia, registrado e protocolado o seu desagrado! / Calça by Emanuelle / Top by Filó&Fulano / Bolsa presente da cunhada /  Pulseira e Brincos de algum lugar do centro de Recife e o resto de sempre...


Feliz Natal!

Martin Luther King tinha um sonho, já no ano de 1963. E o seu sonho era de liberdade. E uma das partes desse sonho era que "um dia, todos os filhos de Deus, negros e brancos, judeus e gentios, protestantes e católicos poderiam se dar as mãos e cantar, nas palavras da velha canção negra: 'livres, enfim!"...

Esse era o sonho de Martin...
Quem sabe esse também não fosse o sonho de Cristo, quando ele chegou pra pregar o amor, o perdão, a tolerância?

Longe de mim querer me comparar a Cristo, ou mesmo a Martin, mas este também é o meu sonho...

Neste Natal, e em todos os dias de minha vida, sonho que a tolerância e o amor reinem nos corações da humanidade... Só dessa forma o sonho de liberdade de Martin seria realmente realizado de forma plena e para além da libertação da segregação racial... Esse sonho insidiria também na tolerância com os de outros credos, com os de outras orientações, com os de outras opiniões...
 
Talvez eu seja apenas uma sonhadora surrealista mas... se há quem diga que a mudança começa em mim... Continuarei orando a Deus todas as noites por isso, obrigada!
 
É assim que hoje, dia 25/12/2013, desejo que o amor de Cristo reine em nossos corações, em nossos lares, em nossa família... e que, dessa forma, nós sejamos a expansão desse amor para outros lugares desta terra.
 
Feliz Natal!
 
Abraços e Beijos!
 
Adna Maria!
P.S: O discurso de Luther King...


 
P.S²: Agora sim... Abraços e Beijos!

Adna Maria... de novo!

Provador Filó&Fulano!

Semaninha difíííci... Semana pré-recesso é sempre muito problemática né? Deixa a gente tão atarefado e cansado que às vezes vem o pensamento de que seria melhor trabalhar no próprio recesso,  pra não cansar tanto... ahahaha...

Mas eis que estamos por aqui novamente... e finalmente, ainda que não fielmente... Vixe! 

A novis é que essa semana as meninas aqui do escritório onde trabalho abusaram da hora do almoço para fazer uma prova de Filó&Fulano... e comprar, é lógico! E, aproveitando suas respectivas disposições para fotos, resolvi trazer para o LD uma espécie de F&F no cabide, ainda que não saiba o que isso significa de fato (acho que eu queria dizer: F&F no provador... Relevem o cansaço mental da pessoa. rsrs).

Bora ver?






Cês notaram que a modelo aí de cima gosta nadica de nada de tirar fotos né? Me obrigou a tirar mil e depois enviar de uma por uma pra ela, pelo whatsapp... 
Bem... Cada um tem o cliente que merece né não? kkkkkk... Eu, particularmente, gosto muito das minhas... Digo, dos meus... Porque tem homem na parada também... Sorry, friends... Como será que fala "amigos homens" em inglês? Man Friends? Bem... O fato é que eu não vou ser doida de dizer que não gosto deles, cês não acham? kkkk...

Aí, o que tem a de cima de sorridente e inquieta, tem essa de baixo de séria (pra tirar uma foto, que fique claro!). Foi toda uma história contada pra arrancar esse sorriso... rsrsrs... Mas... iupiiii... conseguimos! Espia!




















Então... O que acharam das minhas clientes/modelos? As provas foram apenas de blusas, como vocês devem ter notado. rsrsrs...

Bom Fim de Semana Procês!

Eu vou aproveitar bastante meu recesso tá? Só pra fazer inveja aí! kkkk...
Evandro e eu estaremos viajando pelos próximos dias, com máquina e netbook a postos, e eu vou tentar postar coisinhas interessantinhas da pequena viagem por aqui... Pelo menos, tentarei! rsrs

Abraços e Beijos!

Adna Maria.

Sexta-Feira 13!

Imagem retirada de: http://www.nightsy.com
Alguém poderia me dizer o motivo pelo qual é sinal de infortúnio  que o dia 13 caia justamente numa Sexta-Feira?

Quero dizer, por que logo numa Sexta-Feira? Por que não num Sábado, num Domingo, numa Segunda... principalmente numa Segunda?! Quem inventou isso?? Se ao menos fosse um feriado... Tipo: "Ninguém sai de casa! Hoje foi decretado feriado nacional porque é Sexta-Feira 13..." Aí sim teríamos um bom motivo para agaloar (procurei essa palavra no google... rsrs) esse dia, né não? Se bem que isso não seria azar... seria sorte mesmo... 

Bem... Hoje é Sexta-Feira, dia 13, a famosa Sexta-13, e eu queria apenas prosear aqui cocês (não, não é escocês, é cocês mesmo, aquela velha contração de "com vocês" que nem existe no processo de aglutinação da nossa velha e justa língua portuguesa... e que existe sequer no Google, procês terem uma ideia!).

Mas então... Hoje é Sexta-Feira, a 13, e eu já anunciei aqui no trabalho que esse não era um bom dia pra sair de casa. kkkk... Por que será né? Uma pena que o povo não me deu bola...

Mas veja só: vai que justamente hoje a pessoa inventasse de comprovar se o lance da escada é correto e resolvesse, num ataque de masoquismo, passar por baixo da dita cuja... E vai que esse objeto precioso caísse exatamente em cima de nossas cabeças, prenunciando uma má sorte... Digo, não aquela má sorte supersticiosa, mas a má sorte de ter um negócio pesado caindo em cima da gente mesmo... Aquela má sorte que faz essa extremidade superior do corpo humano doer literalmente... sabe qual? rsrsrs

Por falar em sorte... Eu não sei pra você, colega, mas no meu vocabulário a palavra "sorte" é quase sempre trocada por "oportunidade". 

Pra mim é assim:

Se você tem uma oportunidade e a agarra, usando de forma positiva = você tem boa sorte.
Se você tem uma oportunidade e a agarra, usando de forma negativa = você tem uma má sorte.
Se você tem uma oportunidade e prefere ignorá-la... aí, colega, você não tem é sorte nenhuma!

Então a mensagem é a seguinte: não vai pensando que as coisas vão cair do céu não, camarada! O que cai do céu corre o risco de te machucar, feito a escada...
Reveja suas atitudes, aguce o seu instinto (a visão para a oportunidade) e conceda o espaço suficiente pra Deus te ajudar...

Mas, ó... Deus ajuda a quem cedo madruga, já diria o sábio ditado popular. Então, meu amigo, nem pense que é Ele que vai te livrar da escada, se você decidir passar por baixo dela. Nem pense que é Ele que vai te livrar de tropeçar na pedra (aquela do meio do caminho... tsc... aquela de Carlos Drummond Andrade, rapaz... lembra não é?).

Assim... Se responsabilize pelos seus próprios atos...
Não use a sua oportunidade de forma negativa...
Não dê mole pro azar... ou trela pra má sorte, se você preferir...

... E não seja bobo de passar embaixo da tal escada aí né, meu filho... vai que ela cai em cima de você mesmo...

Boa Sexta-Feira 13 pra vocês!
Bom Sábado e bom Domingo também... E bom todos os dias da semana, pro negócio ficar mais completo!

Abraços e Beijos!

Adna Maria.
P.S: Um recado pro meu namorado: Amor, te amo! rsrsrs

Amigo Nada Secreto!

Evandro e eu temos uma tradição de loongas datas (para ser mais precisa, começou ano passado) de fazer a brincadeira do amigo um tanto... digamos... indiscreto. Explico: o caso é que o que deveria ser nosso amigo secreto é composto de duas pessoas: ele e eu. Como o negócio seria muito sem graça se ele se desse um presente e eu me desse outro - se bem que às vezes eu uso a expressão "me presentear" quando quero comprar algo de que não preciso com urgência (mas abafa, Produção!) - então a gente nem precisa fazer sorteio pra saber quem tiramos... kkkkkkk... Mas é clarooo, Abigobal!

Agora vejam vocês: ano passado ele me presenteou com um smartphone... e esse foi meu presente pra ele também. Esse ano eu o presentei com um par de óculos escuros... e esse foi o presente dele pra mim também (Uhuuuu! Finalmente vocês poderão me ver por aqui com outro modelo de óculos que não seja o meu bom e velho aviador, comprado no camelô. Por falar em camelô, eu precisava ter pego o nome daquele cara... Ele disse que meus óculos de 20 dilmas iriam durar bastante tempo, e né que o infeliz tá durando de verdade?!).

Hahaha... Sacou agora porque o negócio é tão indiscreto? A gente não só sabe quem nos tirou, como os presentes são iguais e, inclusive, comprados no mesmo bat dia, no mesmo bat horário, na mesma bat caverna (a caverna se transforma num site da internet ou numa loja de shopping, porque a gente usa as modernidades né?!).

Então espia só nossa festa indiscreta!



Eu não vou falar como o vendedor da chilli beans foi atencioso porque aí o povo vai achar que isso aqui é uma propaganda - e não é, só pra deixar claro! Como é a primeira vez que a gente compra óculos lá, sei nem se vai prestar... rsrsrs... Desculpa aê, chilli! 

Eu, mais que ninguém, torço pra que dê certo! Afinal, foi de nossas economias que saiu o dinheirinho né... ou vai sair, já que pagar com Visa é bem melhor! Mas o que gostei da loja, além da atenção do vendedor (na verdade isso não chega a ser uma virtude. A anomalia está, realmente, naquele vendedor que acha que sendo antipático vai conseguir muitos clientes felizes) é que a gente pode tirar fotinha na hora pra ver se o negócio fica bom mesmo na nossa cara. E o vendedor ainda dá uma de personal stylist ocular (meu Pai, é isso mesmo? Tá, sei que pode não ser "ocular", a designação, mas vocês são espertos o bastante pra ter entendido o que a pessoa aqui está querendo dizer): 

- "Olha, esses óculos caíram muito bem no seu rosto... A linha da sobrancelha está coincidindo... Eu achei que esse ficou melhor... Blá, blá, blá..." (seu vendedor, não entenda esse "blá blá" como algo ofensivo... eu apenas não lembro tudo o que o senhor falou, tá bom?). Ahhh, a virtude do "personal": foi sincero. Procurou alternativas para o que não caía tão bem na gente! Não deixou que escolhêssemos o negócio de qualquer jeito. 

Eu disse que não ia ficar falando... Pronto! Falei! Mas isso aqui continua não sendo uma propaganda!

Ahhhhhh, chega né? O foco deste post é nosso grande amigo secreto, composto por duas pessoas: my love and me. Para finalizar, depois que compramos os óculos fomos comemorar na praça de alimentação do shopping mesmo (uma pena que não tiramos foto dessa parte da festa). E depois fomos pra casa... E olha só a gente de óculos novooo!!!


Rá!

Amigos, minha falecida avó dizia que se conselho fosse bom... 
Mas cá estou eu dando uma dica de graça: tenta fazer isso com seu companheiro também... 
É tão legal você comemorar as pequenas coisas em grande estilo, especialmente com o amor da sua vida... 
É tão bom quebrar a tradição... 
É tão bom fingir que você está numa festa de verdade... kkkk...
É tão bom ser cúmplice do seu amor...

E lembre-se, o que importa de fato é o companheirismo, a cumplicidade... É esse tipo de coisa, na vida, que não tem preço... para todas as outras existe a Mastercard!
Pense nisso... kkkk

Abraços e Beijos!

Adna Maria.
P.S: Amor, obrigada por tudo visse? So lovu-te!

Look Final de Semana!

Como prometi há séculos (e, provavelmente, vocês já perceberam que o meu espaço temporal é um tanto hiperbólico), hoje vim trazer aquele look com aquelas peças que mencionei naquele post da semana retrasada.

Sobre isto não tenho mais o que falar, visto que tudo sobre essas benditas peças foi comentado em assuntos anteriores e eu não quero correr o risco da repetição (HÃ?? Melhor ignorar essa última palavra e pegar apenas o contexto da coisa... Aliás, melhor num pegar o contexto de nada não... apenas substituam a palavra "repetição" por reticências).

Para os que chegaram agora neste blog (que sejam muito bem-vindos e voltem sempre), estou querendo dizer que essa T-Shirt vem sendo usada constantemente, desde sua compra, e esse short vem sendo usado constantemente desde que o mundo é mundo (atenção para as hipérboles!). Espia os posts de looks anteriores que você vai ter uma vaga ideia do que tô falando.

Mas, pelo menos, cês hão de notar que a bolsa (essa que aparece trazendo um pouco de cor ao look P&B) e o sapato, dessa vez são diferentes, né? Agora trouxe um slipper que comprei faz mais de um ano e que deve ser a terceira vez que uso (ou seja, sapatinho me saiu caro) e essa bolsa, que ganhei da minha cunhada linda e maravilhosa no dia do meu niver e que, apesar de ter amaaadoo (thaks, cunha!) essa foi a primeira vez que a usei (sorry, cunha!). Ganhei em Junho e nem tinha tirado a etiqueta ainda! kkkk... Pra tu ver como me apego facilmente a algumas peças em detrimento de outras. E isso não quer dizer que não gostei! É só que às vezes tenho pirangagem de gastar o negócio... Acho tããooo lindaa a peça lá parada e etiquetada olhando pra minha cara toda vez que abro o armário... Tu acredita nisso, colega? rsrs... #eusouestranhasozinhaoutemmaisalguémcomigo?

Bem, look pronto, usei pra ir prum rodízio de massas num desses sábado à noite. Vê!








E, na sessão 1 peça / 3 looks, eis:

Ou...

... que, afinal de contas, é a mesma coisa.

Gostasse?

Abraços, Beijos, Boa Semana...

Adna Maria.
P.S: Ahhhh... Ignorem o sinal da Angélica na minha perninha angelical. Ele não é de nascença, nem é pintado, nem tatuado. É que me queimei no escapamento da moto de Evandro mesmo... Êta negocinho pra doer da gota serena!

Madame Charme: Livro!

Resolvi comprar esse livro no Submarino, lá pras épocas de Setembro, em substituição ao "À Parisiense". Acho que achei ele mais interessante, mas agora não lembro ao certo o real motivo de ter feito essa troca. Aiai...

O livro nos traz o aprendizado de uma jovem e "destrambelhada" estudante norte-americana, em seu intercâmbio de seis meses na França. Não é uma ficção, mas também não é uma auto-biografia. É apenas uma experiência realmente vivida por Jennifer L. Scott, autora do blog The Daily Connoisseur (uma mistura de inglês com francês que, traduzido, significa "A Conhecedora do Cotidiano") e de um Canal no Youtube. Seu experimento se passa mais precisamente em Paris, onde ela se hospeda na casa de uma família tradicional e rica, a qual resolveu chamar de Família Charme.

Seu intuito é nos dar dicas de estilo, beleza e comportamento, em 199 páginas: "A estudante aprendeu com sua anfitriã como se vestir de forma elegante com um guarda-roupa básico, como comer bem sem engordar, como se maquiar sem parecer maquiada, enfim, como viver "à française".

Bem... Abrindo meu coração, devo confessar que à medida que ia lendo o negócio lá, concordava menos com o que a Pessoa estava dizendo. Tipo: Pra quê trazer os costumes da França para outros lugares do planeta? Ora! A França é a França, Os Estados Unidos são os Estados Unidos e o Brasil é o Brasil! Cada um no seu quadrado. Cada país com sua cultura. Cada povo com as suas Frescuras. Cada doido com suas manias... (ou cada perturbado com suas maneiras, caso você prefira, meu amado leitor).

Me incomodei particularmente com as seguintes colocações: "Madame Charme nunca faria isso...", "Lembre-se que Madame Charme usava assim...", "Não imagino Madame Charme com essa roupa...". Aff! Sinceramente, enjoei dessa Madame Charme! Geeentem, os franceses tem muitos costumes estranhos que eu mesma não teria, será que Jennifer não enxerga isso?? Hahaha... Esse negócio de tomar banho uma vez só ao dia, por exemplo, Ave Maria!

Aí, depois de passar quase o livro todo revoltada com Madame Charme... (Afinal, QUEM É essa Madame pra me impor o seu estilo de vida? Oraaaa... Comer biscoito no meio da rua talvez não seja a coisa mais elegante do mundo mesmo, mas ela não pode me jogar minha falta de chiqueza na cara! Não permito!) Finalmente vim entender que a finalidade do livro não é esfregar regras europeias nas nossas ventas. É apenas uma visão. É só mais um modo de viver a vida. Não é melhor. Não é pior. A coitada da menina só queria narrar sua experiência pra pessoas que se identificassem com ela, ora bolas! E a coitada da Madame também não poderia ser condenada por suas escolhas, né mermo? Finalmente relaxei... kkkk... E, no final das contas, admito que gostei bastante do livro. A narrativa é ótima e recheada de humor, como disse alguém do New York Times, e eu acabei concordando com, digamos, 70% do que foi colocado. 

Ademais, é sempre bom conhecer outras culturas e costumes. Por exemplo, se eu não tivesse lido este livro jamais saberia que na França não se usa termômetro na boca... nem embaixo do braço... E eu nem vou dizer onde se usa pra não encabular! kkk...

Abraços, Beijos e Ótimo Final de Semana Procês!

Adna Maria.
P.S¹: Frase de efeito extraída do livro: "É tão fácil passar a vida no piloto automático sem nem sentir. Muitos fazem isso... vagam pela vida relativamente inconscientes. Sem usar os sentidos, sem sentir, sem viver."

Nail Art by Rubenita Batista!

Eu lembro de Rubinha como aquela menina da escola que pintava a unha e ficava o tempo todo admirando sua obra. E essa lembrança é tão forte em mim que quando eu mesma pinto as minhas garrinhas (ok, ok... isso não acontece com a frequência com que eu gostaria) fico abobalhada da admiração e do orgulho que Rubinha sentia, àquela época! kkkkk...

Por isso mesmo não fiquei nada surpresa quando, anos depois, descobri que ela tem uma infinidade de esmaltes de diversas cores, tipos, marcas e nacionalidades! E percebi que ela dedica aos seus esmaltes a mesma devoção que eu dedico aos meus livros... que vem desde aquele tempo também... ou de antes! Caso é que "aquele tempo" tem tanto tempo que eu nem me lembro quanto tempo o tempo tem...

Besteirol à parte... Foi assim que, faz uns meses já, combinamos a nossa "tarde de meninas", onde iríamos rir, pintar unhas, rir mais, admirar unhas, rir mais ainda e, quiçá, falar sobre empreendedorismo. Pois então! Esta tarde acabou não acontecendo da forma como planejamos, dada a nossa falta de tempo, mas, afinal, aconteceu! Hehe

Rubinha, como boa apaixonada, resolveu levar com ela alguns de seus apetrechos pra gente fazer nossas pinturas no meio da confraternização! E, no fim da tarde, enquanto ela dava uma aula de esmaltaria e de cuidados com as unhas, as meninas, como boas aprendizes, se aconchegavam ao seu redor, admirando sua arte... Até prova pra casório teve, vê só! kkkk... Espia...










Os cotocos de vermelho são as minhas unhinhas e eu não estou lá muito acostumada com a cor, mas simplesmente ameeeiiii!! E reforço meu conselho sobre a esmalteria viu, Rubenita? Vai atrás do que você ama, rapaz! rsrsrs... E vou logo dizendo que quero tratamento vip no meu casório também! kkkkk...

E vocês aí do outro lado, o que acharam? Num ficaram lindas essas unhas brancas com motivos delicados? #Queroooooooo!!

Abraços e Beijos!

Adna Maria.

Look Verão!

Que preguiiçaaa, meu Deus, que preguiça! Mas bora simbora que, como diz a música, esperar não é saber.

Hoje vim mostrar aqui o look que usei pra ir lá na confra de Sábado rever meus amigos. E, antes de qualquer acusação, já vou me defendendo ao dizer que não fui a única que pensei em roupa nova pra ocasião não viu... Teve gente que saiu no dia da confra pra ir fazer compras fashion... né, D. Rubinha? E teve outra gente que saiu de casa num dia à noite especialmente para este fim... Né, Naara? kkkk...

Então... Como não sou diferente das demais... pra ir ao esperadíssimo evento, escolhi shorts estonados, super trendy, e uma camisa branca (um clássico que há algum tempo figurava na minha listinha de compras curingas) de Filó&Fulano.

Como o ambiente era de uma tarde com amigos, churrasco e piscina, troquei minha rasteirinha por uma ipanema mesmo e fiquei confortavelmente instalada na casa alheia o dia todo... hahaha...

Meus bebelos, com os quais não estou lá muito contente esta semana (e vou conferir se essa infelicidade se deve a outra nova hidratação aplicada), foram lavados neste dia e ficaram livres para secarem naturalmente, beeemm no clima verão.

E este foi meu look de sábado, de confraternização, de churrasco, de piscina, de verão...

Mira, persona!














Que te parece? Só não mira nas minhas pernas finas, pelamordoPai! E ninguém olhe também pras veias pedindo socorro nas minhas mãozinhas, viu?! Rá! rsrs

Abraços e Beijos!

Adna Maria.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...