Chulé, Chulé, Larga do Meu Pé!

"Eu adoro sapatilha, mas esse cheirinho de chulé é o Ó!"
"Meu problema com a sapatilha é o chulé que ela dá!"
"Putz, essa sapatilha _____ (piii), não presta! Gosto dessa marca não. É um chulé danado!"

Blá, blá, blá, blá...

Tu, em toooodaaa a tua existência vidática, já deve ter ouvido uma dessas frases acima, ou algo muito parecido com elas... vai dizer que não? Pois então! Eu mesma já as pronunciei vááriaas vezes (digo mesmo, porque vergonha é permanecer no erro! hahaha). E não é só com sapatilha que isso ocorre né? Tênis também são vítimas constantes dos nossos comentários malévolos por causa do chulé. 

E não adianta meter o calçado embaixo d'água achando que é sujeira... Você pode enfiar o negócio embaixo da torneira, pode esfregar todo com escova e sabão, pode deixar um mês inteiro sob um sol de lascar e... Experimenta calçar esse sapato limpinho, bonitinho e quentinho dia seguinte... e no próximo... e no outro de novo, pra ver o que acontece! 

Pois o LD tem a solução pros seus problemas... Ou pelo menos achamos que temos! rsrsrs...
Outro dia participei de um workshop sobre organização de casas e apartamentos (porque eu sou uma mocinha, visse?! rsrs) e aprendi uma coisa que me trouxe benefícios extraordinários... Se o workshop não tivesse me trazido mais nada, mesmo assim o dinheiro investido teria valido a pena, apenas por essa informação. E eu vou contar tudinho beeemmmm aqui!

Quer saber? Então vem cá! Vou cochichar aqui só pra nós duas (ou nós dois, dependendo de quem esteja aí do outro lado): eis o(s) segredo(s) pra tratar o chulé do seu pé...

1. Não use o mesmo sapato todos os dias - Só! Apenas! Simples! 
O caso é que quando você dá um intervalo de 24 horas no uso de um sapato, ele tem exatas essas horas para respirar e para secar o suor que seus lindos pezinhos deixaram. 

Éé, minha amiga... Até nossos sapatos precisam de um tempinho só para eles! rsrsrs...

Rapaz, eu sou aquele tipo de pessoa que pode ter mil sapatilhas, mas que elege apenas uma para acompanhar toda a sua jornada diária de todos os dias (o mesmo acontece com bolsas, brincos, aneis... rsrs) e só essa dica já me ajudou bastante a me livrar desse "mau-hálito" dos pés... rsrs... Tenta aí tu também, pra ver se não consegue! 

Esses aí do lado foram os 3 (calçados) que usei semana passada, em dias alternados. Separei pra limpar. Haha...


2. Talco Anti-Séptico - isso nem precisa comentar aqui né? Se tu tem chulé, Colega, tem que usar! É parada obrigatória, mesmo usando os sapatos dia sim, dia não. 

E eu digo mais: desses dois aí do lado, Barla é o melhor! hahaha... Não tenho papas na língua, ué!

3. Pés Enxutos - Preciso dizer que é pra enxugar muito bem os pés antes de calçar qualquer sapato? Preciso?? Espero que não, né?! Rá!


4. Limpar os sapatos - Uma coisa que eu aprendi foi que não é legal o sapato ser afogado embaixo da torneira (já fiz isso muuitaas vezes). Portanto, se você quer fazê-lo durar mais um pouco, dá banho no bichinho não, rapaz! Dependendo de a quantas andam o seu chulé, limpe dentro do calçado com um pano úmido (quase seco) com vinagre (ultimamente tenho usado vinagre em tudo... hahaha... Descobri, nesse workshop que fui, que ele é um bom bactericida e que não agride tanto a nosso pelezinha já tão sensivelzinha e massacradinha pelas intempéries da vida). Agora, se teu chulé é muito chulezento, é o jeito que esse paninho seja passado com um tantin de água sanitária misturada na água né?

5. Periodicidade da Limpeza - Alguns especialistas indicam que limpemos os sapatinhos sempre que chegarmos da rua (até pra livrá-los de manchas). E quando falam em limpar, eles querem dizer passar um paninho seco (ou úmido, conforme descrito aí em cima) dentro do sapato, bem como limpar seu solado. Mas euzinha aqui limpo os meus só nos fins de semana, porque não tenho muito tempo pra fazer isso todos os dias não, viu? E funciona da mesma forma (só fica realmente meio manchadinho dentro ainda)... Agora, nunca, jamais, em tempo algum, bote os negócios sujos na sapateira né, Criatura?


6. Deixar secar - Uma coisa que eu faço que seeeiiiii que pode danificar meus sapatinhos é botá-los pra secar ao sol... O ideal é que isso ocorra na sombra, num local arejado e muito ventilado. Eu seco os meus sob o sol de Recife porque acho mais rápido... hahaha.

7. Creminhos pros Pés - Dei uma volta aqui na internet e li em algum lugar que pés rachados facilitam o acúmulo de bactérias que, por sua vez, facilitam a chegada de chulés. 
Então, cuida aí do teu pezinho se ele é rachadinho, visse? O meu num é não, mas comprei uns creminhos baratinhos pra fazer-lhes um agradinho. Porque é melhor prevenir do que remediar, dizia minha vozinha... Eu acho!

A pedra pome também é tudo de bom! É bem baratinha, dura um tempão e é responsável por remover as células mortas dos pés. 


Então? Bora mimar bem muito os nossos pezinhos? Eles agradecem! 
Ahhhh, e as pessoas à nossa volta agradecem também! Hahaha...

Abraços e Beijos!

Adna Maria.



Nenhum comentário

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...