Timidez que Não se Mede!

Você é tímida? Então deixa eu me apresentar: - Hello! I'm Adna Timidez! Adna por parte de batismo (aliás, de batismo não, que eu ainda sou pagã, para os católicos. Digamos: por registro de nascimento, que fica melhor né?) e Timidez por parte de um problema muito sério que tenho na minha vida... Esse acanhamento, muitas vezes confundido com nariz empinado, que teima em ser minha sombra, queimando meu filme por aí! Haha

Pra cê ter uma ideia, eu faço manutenção de aparelho ortodôntico mensalmente, há 3 anos! Em toda manutenção eu entro muda-saio calada. No dia que falei alguma coisa de cunho mais pessoal pra minha dentista (que é sempre muito simpática a despeito de mim), ela me deu um sorrisão tão grande e bonito que fiquei espantada! kkkkkk... O que me fez pensar... Talvez a gente precise apenas abrir um espacinho de nada, pras coisas fluírem né não? Muitas vezes nós mesmos criamos o distanciamento que criticamos na outra pessoa... rsrsrs... 

E é aí que penso nos momentos desperdiçados, nas coisas que deixei de fazer, nos discursos previamente e mentalmente ensaiados - e não verbalmente discursados, por causa desse meu lado sombrio... Porque minha mente é bloqueada (ainda é!) por um apagão que se dá exatamente quando os olhos alheios estão fitos em mim... Triste, muito triste!

Mas eu tenho uma notícia boa pra dar... Estou atentando contra minha própria natureza pra mudar isso... Porque entendo que passar pela vida sem certas superações não é a melhor coisa que você pode fazer pra dizer que VIVEU, no sentido pleno da palavra. E a vida é tão curtinha né? E os dias são tão rápidos... E as horas passam na sua cara, correndo como se estivessem atrasadas pra pegar um trem bala... E você lá, de espectador, só olhando, só pensando, só criticando, só envelhecendo, só reclamando... e não vivendo... Triste, muito triste!

Então, aos 31 anos de idade, decidi me libertar dessa querência de bastidor... Porque quem quiser passar pela vida de mal dela que paaaasse... o que eu quero é viveeerrr. Claro que não digo isso a todo custo. Claro que entendo, e respeito, que o meu direito termina onde começa o do outro. E claro que tento amar a Deus àcima de tudo e ao próximo como a mim mesma, conforme os princípios bíblicos. Mas é clarooooo também que eu não vou deixar que outras pessoas vivam a minha vida, porque eu também sou gente (POW... rsrsrs) e tenho opinião formada sobre as coisas. E se eu tiver que mudar de opinião, que seja por mim mesma... e não por conceitos pré-concebidos ou vontades de outras pessoas, que se acham no direito de ditar normas para vidas alheias... #apenasumdesabafo.

Aí eu queria compartilhar aqui umas coisas que tenho feito pra tentar colocar essa Adna Timidez um tantinho de lado. Porque assim... Quem sabe né? Você pode ser tímida feito eu, e necessitar de um empurrãozinho básico... rsrsrs...

Então como diria Anitta (é esse mesmo o nome da pessoa?): PRE-PA-RA!

1. Curso de Vendas: como comecei a trabalhar nessa área, precisava de um curso que me fizesse entender que vender não é um sacrilégio! rsrsrs... Tentar oferecer aquilo que as pessoas querem ou precisam não é nenhuma tarefa do outro mundo, agora eu sei! Mas na época morriiiaa de vergonha de fazer isso. Até que o curso (composto de todo tipo de gente, até de estudante de direito), me fez ver que todo mundo sempre quer vender alguma coisa... quer seja sua imagem, seu produto, seus serviços... Foi ótimo! Me livrou, um pouco, do peso da consciência que, desesperada, me acusava de estar tentando, desavergonhadamente, meter a mão no bolso das pessoas! kkkk...

2. Curso de Inglês: ajuda à medida em que você tem que passar pelo ridículo de falar uma língua que não sabe, pra todos ouvirem e rirem de você... na sua cara! kkkkk... A parte boa é que o grupo é pequeno e você sabe que todo mundo ali tá passando pelo mesmo ridículo que você! Mas tu aprende que é muito mais confortável falar uma língua que conhece. E só isso facilita bastante o processo de entendimento entre as partes. rsrsrs...

3. Curso de Negociação: nesse curso que fiz pelo sebrae (de grátis), a professora obrigava todo mundo a falar, mesmo sem a pessoa estar lá muito animada pra isso. Imagina você (no caso, eu), tímida do jeito que é, ter que olhar nos olhos de outra pessoa, seu oponente momentâneo, pra tentar uma negociação em que todos saiam ganhando, ou que pelo menos você não saia perdendo! Tu tem que achar palavras da profundeza da tua alma, pra não se deixar abater no "embate"... rsrs

4. O Blog: este tem me ajudado deeemaaaiisssss... aqui eu me sinto mais solta pra me expressar, pra interagir, pra dar a cara a tapa... com fatos, fotos e palavras que nem sempre vão agradar... E tenho ao máximo tentado levar essa desenvoltura pro meu mundo real...

5. YouTube: pode parecer besteirinha, mas assistir vídeos de outras meninas no YouTube, me ajuda bastaanteeee. Primeiro, porque eu logo penso: se elas conseguem, porque eu não vou conseguir? Se elas podem, porque eu não vou poder? O que nos diferencia? Segundo, porque noto que nada nos diferencia a não ser a ousadia... Então...?

6. Praticar: a superação da timidez é um exercício diário que temos que fazer. Não adianta fazer vários cursos e não ter coragem para dar um passo a mais. Porém, ninguém muda de um dia pra outro, eu sei. Uma coisa que tenho tentado é fazer algo diferente do que eu normalmente faria... aos poucos. Porque se me proponho uma mudança drástica, sempre vou adiar essa mudança pro dia seguinte... e a bagagem vai se acumulando ao longo dos anos... e mais tarde esse vai ser um fardo bem difícil de se levar, ou de se arrumar. Mas se eu me proponho mudanças pequenas, mas constantes, aos poucos vou eliminando item por item dessa mala sem alça que me atrapalha a caminhada...

... E, num futuro muito próximo... quero fazer um curso de oratória... quem sabe esse não seja a cereja no topo do bolo né? rsrsrsrs...

Bom Final de Semana procês!

Abraços e Beijos!

Adna Maria.





Nenhum comentário

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...