Pausa para Fazer Acontecer!

Como já falei por aqui, sou uma pessoa um tantão tímida! Acredito que por isso, ou por uma auto-crítica exacerbada que só pode ser baseada em certa baixa autoestima (Freud explica!), já deixei de fazer/dizer algumas coisas interessantes na vida, simplesmente porque eu mesma julguei que ninguém estaria interessado no assunto - como quando a professora pergunta uma coisa em sala de aula e você mentaliza uma resposta, mas acha que se você tá pensando aquilo, e se é tão óbvio, e se ninguém respondeu até agora é porque não é essa a resposta correta e você vai acabar pagando um micão se deixá-la escapar de sua boca. Até o momento em que alguém resolve falar exatamente o que você tava pensando e arranca pacotes de elogios da professora em questão, por estar tão por dentro do assunto! É, meu amigo, isso já aconteceu muito comigo!
Agora, com 30 anos de idade, tento me superar em alguns aspectos dessa timidez e realizar algumas vontades básicas... Cada dia tento fazer algo diferente do que eu "normalmente" faria. São pequenos gestos (porque acredito que ninguém muda drasticamente da noite pro dia) que aos olhos dos outros são imperceptíves, mas que para mim são grandes passos.

2013, por exemplo, foi o primeiro ano em que tive coragem de traçar objetivos específicos. Iniciar um curso de inglês e desenvolver minha (e de Evandro, meu namorado) loja Filó&Fulano figuram na lista de prioridades! Este blog não está na minha lista de objetivos para o ano, mas (como faz tempo que tô querendo começar um) outro dia decidi que ia escrever e simplesmente comecei! Pode ser que nada dê certo, mas ao menos terei aquela convicção de que fui capaz de tentar sabe?

Sobre isso, tenho lido alguns livros que me encorajam, que me empurram, que me fazem refletir. Já contei por aqui que o amigo da vez é "Faça Acontecer - Mulheres, Trabalho e a vontade de Liderar", de Sheryl Sandberg, a mais alta executiva do Facebook... Rapaz, e né que essa mulher acabou me descrevendo nos dois primeiros capítulos desse livro? Descreveu a mim e, acredito, a um bocado de outras mulheres que deixam de realizar algo porque são desencorajadas pelo medo ou simplesmente porque não se sentem capazes!

Sheryl conta que, certa vez, ouviu uma palestra, em Harvard, cuja oradora falava da síndrome do impostor, onde "muitas pessoas, mas principalmente as mulheres, se sentem uma fraude quando são elogiadas pelo que fizeram". E aí ela, que se identificou profundamente com o que estava sendo dito, ilustra bem esse fato falando que "... Toda vez que me chamavam na classe, achava que ia dar uma mancada. Toda vez que fazia uma prova, achava que tinha ido mal. E toda vez que não dava mancada - ou até ia bem - achava que mais uma vez tinha enganado todo mundo. Mas, um dia, eu seria pega no flagra." kkkkkk... É assim que você se sente?? Porque é exatamente assim que eu me sinto também! Não lido muito bem com elogios e acho que todo mundo vai acabar descobrindo, um dia, que sou uma... impostora!

Continuando... Num certo momento dos primeiros capítulos do livro, Sheryl solta uma frase que me fez ficar pensativa por algum tempo.Segundo ela, a frase é uma das tantas que figuram no escritório do Facebook. Eis:

"O que você faria se não tivesse medo?"

Caramba! Tipo: o que você teria capacidade de realizar se não tivesse medo??? 
E o que você faz pra acabar com esse medo? E por que você não tenta fazer isso, mesmo com medo? Sheryl diz que "como tantas outras coisas, a falta de confiança pode se tornar uma profecia que se cumpre sozinha" e que ela aprendeu uma tática para quando se sente insegura... Ela simplesmente finge segurança! E continua dizendo: "pesquisas comprovam a eficácia dessa estratégia de 'fingir até sentir'"!

Aí eu lembro que um dia eu mesma disse a uma amiga que a Vida é um Teatro e nós somos os Atores! Daqui a pouco a Peça acaba... E como teremos sido no desenvolvimento de cada Ato? Pense nisso e Faça Acontecer (já!) na sua vida!!

Abraços e Beijos,

Adna Maria.

P.S¹: Outras frases de efeito transcritas no livro: "a sorte favorece os ousados", "avance e arrisque"...
P.S²: Li só até a página 52. Aguardem cenas dos próximos capítulos!
P.S³: Um pouco de mim, fazendo acontecer:
  

  



Nenhum comentário

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...